Preso com pistola, homem diz que acertaria contas com desafeto

Homem foi detido pela guarda depois de ter parado em frente a um bar e mostrado uma arma de fogo aos seguranças do estabelecimento


Um homem de 27 anos foi preso pela Guarda Civil de Sumaré neste domingo, à noite, no Centro, em posse de uma pistola calibre 9 milímetros, com sete munições. Questionado, ele disse que tinha se envolvido em uma confusão e usaria a arma para acertar as contas com o seu desafeto.

Foto: Guarda Civil Municipal / Divulgação
Homem disse que usaria a arma para acertar as contas com o seu desafeto

De acordo com histórico da guarda, uma equipe da Romu (Ronda Ostensiva Municipal) recebeu denúncia, através de um segurança particular de um bar, de que o condutor de um GM Prisma branco parou em frente ao bar e mostrou uma arma de fogo aos seguranças.

Com essa informação e a placa do veículo anotada, a equipe encontrou o suspeito na Rua Arlete Maria de Marchi. A abordagem foi feita e a arma foi encontrada debaixo do banco do motorista. Ele disse que tinha a arma em casa há quatro anos e que resolver buscá-la após se envolver em uma discussão, mas quando retornou não encontrou mais o seu desafeto.

Disse ainda que o veículo em sua posse é locado e utiliza para transporte de passageiros através de aplicativo. O homem foi levado para a delegacia, onde foi indiciado e ficou preso.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora