21 de abril de 2024 Atualizado 01:22

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

CRIME

Grupo preso em Sumaré usava conta de pessoa com deficiência intelectual para aplicar golpes

Cinco pessoas foram presas por suspeita de praticar crimes patrimoniais, dentre eles, estelionato contra idosos

Por Stela Pires

07 de fevereiro de 2024, às 14h33 • Última atualização em 08 de fevereiro de 2024, às 11h15

Cinco suspeitos foram presos durante a ação - Foto: Divulgação

Um grupo de cinco pessoas foi preso por estelionato na manhã desta terça-feira (6), em Sumaré. Os criminosos usavam a conta bancária da irmã de um deles, portadora de deficiência intelectual, para recebimento e movimentação de dinheiro.

Os detidos são suspeitos de integrarem uma organização criminosa para a prática de crimes patrimoniais, dentre eles, estelionato contra pessoas idosas.

A localização do grupo se deu a partir de inquérito policial da 1ª DIG (Delegacia de Investigações Gerais), de Campinas, que investigava um golpe que tinha como vítima uma idosa, moradora do município. 

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Através da investigação, foram localizadas duas pessoas que teriam cedido suas contas para o recebimento de dinheiro originado de fraudes. Durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão, os policiais identificaram outros três membros do grupo, dentre eles o “líder”.

Os cinco suspeitos foram presos em flagrante por integrar organização criminosa e foi constatado que a conta da irmã portadora de deficiência de um deles era usada para recebimento de dinheiro. A investigação agora tenta identificar outras vítimas do esquema de estelionato. 

As notícias do LIBERAL sobre Americana e região no seu e-mail, de segunda a sexta

* indica obrigatório

Publicidade