21 de outubro de 2020 Atualizado 21:16

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Em novo recorde, Sumaré informa 21 novas mortes por coronavírus

Prefeitura diz que houve uma atualização do banco de dados do Ministério da Saúde; cidade tem 5.705 casos confirmados

Por Marina Zanaki

18 set 2020 às 19:57

A Secretaria de Saúde de Sumaré informou 21 novas mortes provocadas pelo novo coronavírus (Covid-19), ocorridas entre maio e setembro. Diante do recorde de confirmações em um único boletim (o máximo haviam sido 12, em agosto), a prefeitura explicou que houve uma atualização do banco de dados do Ministério da Saúde.

“A prefeitura segue trabalhando para a saúde e qualidade de vida da população”, destacou o governo municipal. A cidade soma agora 221 vítimas da pandemia.

Veja detalhes das mortes informadas nesta sexta-feira (18):

  • 12/08: Homem de 78 anos, com comorbidades. Estava no Hospital das Clinicas da Unicamp;
  • 15/09: Mulher de 95 anos, com comorbidades. Estava na UPA Macarenko;
  • 05/08: Mulher de 74 anos, com comorbidades. Estava na UPA Macarenko;
  • 27/05: Homem de 72 anos, sem comorbidades. Estava na UPA Macarenko;
  • 13/07: Homem de 64 anos, com comorbidades. Estava no AME de Campinas;
  • 01/07: Mulher de 59 anos, com comorbidades. Estava na UPA Macarenko;
  • 18/08: Homem de 61 anos, com comorbidades. Estava na UPA Macarenko;
  • 25/07: Mulher de 67 anos, com comorbidades. Estava no Hospital das Clinicas de São Paulo;
  • 04/09: Homem de 68 anos, com comorbidades. Estava no Hospital Ouro Verde;
  • 31/08: Homem de 73 anos, com comorbidades. Estava no Hospital das Clinicas de São Paulo;
  • 29/07: Homem de 82 anos, com comorbidades. Estava no Hospital Irmãos Penteado;
  • 16/07: Mulher de 58 anos, com comorbidades. Estava no Hospital Regional de Osasco;
  • 04/08: Mulher de 70 anos, com comorbidades. Estava no Hospital Samaritano de Campinas.

No total, a cidade tem 5.705 casos confirmados, dos quais 5.409 estão recuperados. Há 46 pessoas em isolamento domiciliar e 29 internadas.

Entre os 837 casos suspeitos, 55 estão internados, seis morreram e 776 estão em isolamento domiciliar.

Publicidade