17 de outubro de 2021 Atualizado 14:54

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

ESTELIONATO

Câmeras ajudam a prender suspeitos por golpes em Sumaré

Câmera de monitoramento da Guarda evitou que idosa caísse no golpe; suspeitos já eram procurados

Por Pedro Heiderich

14 out 2021 às 19:33 • Última atualização 14 out 2021 às 19:40

Uma das câmeras de monitoramento inteligentes da Guarda Municipal ajudou a corporação a prender três suspeitos de aplicar golpes, nesta quinta-feira (14), em Sumaré.

De acordo com a autarquia, o trio é suspeito de integrar uma quadrilha de estelionatários que aplicava golpes em clientes de agências bancárias e já era procurado.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Câmeras já haviam registrado e identificado os suspeitos aplicando os golpes em outras regiões da cidade.

Após identificação da placa do veículo dos indivíduos por uma das câmeras de monitoramento nesta quinta, equipes da corporação monitoraram os suspeitos e efetuaram a prisão no caixa eletrônico de um supermercado na região central, quando eles tentavam aplicar o golpe em uma senhora.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

Os três detidos já tinham passagem pela polícia e foram apresentados na Delegacia de Sumaré. De lá, foram para a cadeia, pelo crime de estelionato.

Câmeras inteligentes
Em 2020, Sumaré implantou as câmeras de monitoramento inteligentes em pontos estratégicos, como nas entradas e saídas do município, verificando o tráfego de veículos, visando gerar mais segurança à população.

As câmeras têm tecnologia OCR (Reconhecimento Óptico de Caracteres) e realizam o reconhecimento automático e instantâneo das placas de veículos, permitindo, assim, maior agilidade na fiscalização de roubos e furtos ou de veículos envolvidos em outros tipos de crime.

O monitoramento é realizado pelo Centro de Comunicação Operacional e Monitoramento da Guarda Municipal – uma base operacional que integra o atendimento à população, monitoramento da cidade e despacho de ocorrências.

O Centro é ainda interligado com as cidades da Região Metropolitana de Campinas e repassa as informações aos órgãos de segurança das cidades.

Publicidade