Ação em Sumaré conscientiza sobre travessia segura

Instituições promovem iniciativas para alertar sobre a importância de atravessar as rodovias em passarelas


Nesta terça-feira (23) acontece entre os quilômetros 108 e 115 da Rodovia Anhanguera (SP-330), em Sumaré, a Campanha Travessia Segura, de incentivo ao uso das passarelas. A iniciativa é da Artesp (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo), Polícia Militar Rodoviária e CCR Autoban, concessionária que administra o sistema Anhanguera-Bandeirantes.

Entre 7h e 17h haverá distribuição de folhetos e visita de comércios e outros pontos da região por parte dos colaboradores da CCR AutoBan, que vão esclarecer dúvidas e repassar informações aos pedestres e ciclistas sobre os riscos de atravessarem fora da passarela.

Foto: Divulgação
Colaboradora entregando folhetos durante a última campanha sobre uso de passarelas para travessia em rodovias

Aproveitando o contato com o público, os funcionários também entregam folhetos sobre os perigos de empinar pipas em áreas próximas de rodovias, outros com orientação sobre acidentes com produtos perigosos e um terceiro sobre posse responsável de animais.

Dicas de segurança da travessia segura:

  • Caminhar nas margens da rodovia é perigoso.
  • Faça sua caminhada em locais em que o movimento de veículos não ofereça riscos.
  • Nas pistas marginais, caminhe sempre na calçada e de frente para o sentido do tráfego. Vista roupas claras e visíveis.
  • Fique esperto! Praticar esportes como ciclismo, caminhada ou corrida é muito importante para a saúde. Procure locais apropriados como parques, bosques ou centros esportivos para se exercitar.
  • Atravessar a rodovia somente pelas passarelas ou viadutos com calçada.
  • Cuidado especial com as crianças! Brincar com bolas e pipas às margens das rodovias e vias marginais coloca em risco as crianças. Cuide do nosso maior bem!

SERVIÇO

Campanha Travessia Segura

Terça-feira, 23 de julho
Horário: das 7 às 17h
Local: Rodovia Anhanguera, região entre os quilômetros 108 e 115, em Sumaré.

*Estagiária Maíra Torres, sob supervisão de João Colosalle.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora