Tampa de bueiro solta foi a causa de acidente ambiental

Tampa levantou quando o caminhão passou em cima e perfurou o tanque; 400 litros de óleo diesel vazaram e foram parar no Ribeirão dos Toledos


Foto: Cláudio Mariano - SBNotícias
Tanque do caminhão perfurado derramou óleo no Ribeirão dos Toledos; material atingiu galerias

O vazamento de 400 litros de óleo diesel de um caminhão-tanque que atingiu o Ribeirão dos Toledos na manhã desta sexta-feira, em Santa Bárbara d’Oeste, ocorreu após o veículo passar em cima de um bueiro que estava solto na Rua Panamá, no Parque dos Ipês. Com o peso do veículo, uma das grades subiu e perfurou o tanque, fazendo com que o combustível fosse derramado direto no bueiro.

A Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) esteve no local e vai analisar os possíveis impactos ambientais. Já o proprietário do veículo teria contratado uma empresa especializada para tentar conter e limpar o combustível, segundo a prefeitura.

O proprietário do veículo estava no local com outros dois caminhões para realizar a vistoria em uma oficina. O acidente ocorreu quando ele foi estacionar o caminhão para aguardar pela abertura da loja, segundo o funcionário da oficina e inspetor veicular Diego Luzardi, 30.

“Ele tinha acabado de chegar para fazer inspeção com a gente, aí aconteceu o acidente. Como ele (bueiro) está solto, levantou e pegou no tanque original do caminhão”, contou.

O inspetor disse que é o segundo cliente da oficina em pouco mais de um mês que teve danos no veículo por causa do bueiro, que estaria solto há pelo menos três anos.

“Um mês atrás uma moça caiu com o Palio dentro desse bueiro. A gente ajudou ela a sair com o carro. Eles (funcionários do DAE – Departamento de Água e Esgoto) vem fazer reparo de tubulação porque estoura o cano direto”, reclamou Luzardi.

A aposentada Gercina Germano, 71, que mora na Rua Panamá há 13 anos, também reclamou da falta de manutenção. “Fazem a limpeza na rede do asfalto, mas esses bueiros nunca fazem nada. Quando dá enchente aqui é porque eles estão entupidos. Aquele lá (bueiro do acidente) sempre foi solto”, afirmou.

APURAÇÃO. O combustível atingiu as galerias de águas pluviais e seguiu para o ribeirão. Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, DAE e Secretaria de Meio Ambiente foram acionados e realizaram as primeiras ações para retenção do material.

“A Agência determinou à empresa responsável pelo veículo e à Prefeitura Municipal proceder a limpeza no local e fará uma avaliação de possíveis danos ambientais para tomar as medidas administrativas cabíveis”, informou a Cetestb.

Segundo a prefeitura, a empresa dona do veículo “contratou uma empresa especializada” para realizar a contenção e limpeza do combustível derramado, e o serviço já teria sido iniciado ontem. O LIBERAL não conseguiu contato com o proprietário do veículo.

Já sobre o bueiro, a prefeitura disse que o caso será encaminhado para o setor responsável.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora