21 de setembro de 2020 Atualizado 13:52

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Centro de Estudo

Santa Bárbara planeja construir espaço para eventos ambientais

Espaço será montado dentro do Parque Araçariguama e a obra tem um valor estimado em R$ 2,6 milhões

Por Rodrigo Alonso

22 jul 2020 às 08:07 • Última atualização 22 jul 2020 às 17:21

A Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste planeja construir, dentro do Parque Araçariguama, um espaço para eventos relacionados ao meio ambiente. O local se chamará Centro de Estudo e Cultura Ambiental.

Nesta terça-feira, a administração municipal lançou um edital para contratação da empresa que será responsável pelas obras. O valor estimado é R$ 2,6 milhões, incluindo materiais e mão de obra.

Espaço deve ser montado dentro do Parque Araçariguama – Foto: Prefeitura de Santa Bárbara / Divulgação

As empresas interessadas precisam estar habilitadas nas áreas de engenharia civil e arquitetura. O prazo para apresentação das propostas termina em 20 de agosto. A prefeitura determinou um prazo de 12 meses para a execução da obra, contados a partir da ordem de serviço.

Segundo o Executivo, o Centro de Estudo e Cultura Ambiental permitirá à Secretaria de Meio Ambiente realizar e receber diferentes tipos de evento, como simpósios culturais e ambientais, seminários e exposições.

Já existe um projeto arquitetônico concluído, que tem como base um anteprojeto desenvolvido pela Secretaria de Planejamento.

O Parque Araçariguama fica na Avenida Sábato Ronsini, esquina com a Avenida Corifeu de Azevedo Marques. Em fevereiro de 2019, o local foi reinaugurado pelo prefeito Denis Andia (PV), após ter passado por uma revitalização.

Podcast Além da Capa
Nem mesmo a regressão de Americana e região para a fase vermelha do Plano São Paulo é capaz de resolver o problema da lotação de ônibus do transporte público em horários de pico. A teoria de que menos gente estaria em circulação não se confirma na prática. Nesse episódio, o editor Bruno Moreira conversa com o repórter Leonardo Oliveira e apresenta reflexos regionais desse assunto.

Publicidade