Professora é vítima de ‘saidinha de banco’ em Santa Bárbara

Mulher de 34 anos reagiu e deu um tapa no assaltante por achar que a arma era de brinquedo; suspeito fugiu com R$ 2 mil na noite de terça-feira


Uma professora de 34 anos foi assaltada na noite desta terça-feira (4) após sacar dinheiro em uma agência bancária no Centro de Santa Bárbara d’Oeste. A mulher chegou a reagir por acreditar que o suspeito estava com uma arma de brinquedo, mas foi ameaçada e entregou os R$ 2 mil que havia sacado.

De acordo com o boletim de ocorrência, o caso ocorreu às 21h50 na agência do Bradesco, localizada na Praça Rio Branco. A professora trabalha em Americana e estava voltando para sua casa, em Santa Bárbara, quando decidiu parar no banco.

Foto: Arquivo / O Liberal
Caso foi registrado no plantão policial de Santa Bárbara

Após sacar o dinheiro, a mulher saiu da agência e já estava atravessando a rua quando foi abordada pelo suspeito. Ela não sabe dizer se o homem estava dentro da agência ou se estava esperando do lado de fora, mas afirmou que ele sabia que o dinheiro tinha sido guardado dentro da bolsa e não em uma carteira.

“O rapaz já veio na minha direção, colocou algo em mim. Até então eu achei que fosse brinquedo, alguma coisa assim. Tentei revidar, dei um tapa nele (próximo ao rosto). No que eu dei o tapa, ele já forçou assim (a suposta arma contra as costelas da vítima) e falou ‘passa tudo que você sacou'”, contou a professora ao LIBERAL.

Depois de retirar o dinheiro da bolsa, o assaltante saiu andando “calmamente”, segundo a vítima. O caso foi registrado no Plantão Policial de Santa Bárbara.

 

 

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora