05 de março de 2021 Atualizado 19:50

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Covid-19

Idosa de 107 anos é vacinada contra a Covid-19 em Santa Bárbara

Gerosina Ferreira Mendes, moradora do Jardim Mollon, emocionou a todos os presentes durante a vacinação

Por Leonardo Oliveira

11 fev 2021 às 14:51

Idosa de 107 anos é vacinada contra a Covid-19 em Santa Bárbara – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

A aposentada Gerosina Ferreira Mendes, de 107 anos, recebeu a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus (Covid-19) no início da tarde desta quinta-feira (11), em Santa Bárbara d’Oeste.

Do banco traseiro do veículo dirigido por seu filho de criação, a idosa foi imunizada, emocionando os funcionários presentes.

Moradora do Jardim Mollon, Gerosina foi vacinada na UBS (Unidade Básica de Saúde) do bairro. Ela é a mais velha a receber a imunização no posto de saúde local. A idosa foi recebida com bexigas e placas com mensagens parabenizando-a pelo momento.

Bexigas e plaquinhas com mensagens marcaram a vacinação da idosa – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

Nascida no Estado da Bahia, já morou em outros estados brasileiros, como o Amazonas e o Mato Grosso, até chegar em Santa Bárbara d’Oeste, onde se estabeleceu nas últimas cinco décadas.

Hoje, ela já não consegue andar e nem falar, e reside com o único filho de criação que ainda está vivo, o aposentado João Pereira Nascimento, de 76 anos.

Responsável por cuidar da mãe, ao lado de sua esposa, João não escondeu a emoção ao ver Gerosina sendo vacinada contra a Covid-19 e chegou a chorar durante entrevista à reportagem. “É uma emoção muito grande”, resumiu.

Maria Aparecida e João Pereira Nascimento levaram dona Gerosina para se vacinar – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

Desde que a pandemia surgiu, os cuidados com a idosa, que já eram intensos, foram ainda mais ampliados.

“Foi muito preocupante, principalmente porque a mãe da cuidadora dela pegou Covid e a gente ficou com aquele pânico”, disse a nora da idosa, Maria Aparecida Pereira Nascimento, de 74 anos.

Após Gerosina receber a primeira dose da vacina, o alívio tomou conta dos familiares presentes.

“Com essa vacina, não tem como explicar, é muito emocionante. Dá vontade de abraçar não só ela, como todos. É muita emoção, é esperança de vitória. É um conserto para o nosso Brasil”, acrescentou Maria.

Publicidade