08 de março de 2021 Atualizado 20:35

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Polícia

Baep prende membros do PCC no Conjunto Roberto Romano, em Santa Bárbara

Policiais ainda apreenderam um tijolo de maconha, microtubos para embalar cocaína e dinheiro do tráfico

Por Leonardo Oliveira

22 jan 2021 às 22:03 • Última atualização 22 jan 2021 às 22:05

Dois homens, de 22 e 25 anos, foram presos pelo 10° Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia) por tráfico de drogas, na tarde desta sexta-feira (22), em Santa Bárbara d’Oeste. Ambos confessaram serem membros da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

Materiais encontrados durante a abordagem – Foto: 10° Baep / Divulgação

Um dos detidos ainda ofereceu uma pistola 9mm aos policiais para não ser preso. A dupla foi detida por volta das 15h30, no Conjunto Habitacional Roberto Romano. Eles estavam em um veículo Volkswagen Golf, que levantou suspeitas dos agentes.

Quando a polícia tentou a abordagem, o motorista acelerou com o veículo e, depois de uma perseguição, deixou o automóvel para tentar fugir a pé. Eles entraram em um apartamento da Rua Reverendo João Feliciano Pires e renderam uma mulher e duas crianças que estavam no local.

O Baep conseguiu negociar a soltura dos reféns, momento em que a dupla partiu pra cima da polícia – apesar disso, os dois homens foram detidos. Em busca pessoal, nada de ilícito foi localizado com eles, mas no carro havia um tijolo de maconha e um caderno com várias anotações da venda de drogas, além de R$ 635 em dinheiro.

No apartamento invadido havia 10,3 mil microtubos usados para o embalo de entorpecentes, R$ 552,60 em dinheiro e duas balanças de precisão, além de uma faca e dois aparelhos celulares.

No imóvel estava a chave de uma das garagens do condomínio. Nela, havia mais 23 mil microtubos.

Interrogados pelos policiais, os dois detidos confessaram que são membros do PCC e ofereceram uma arma aos agentes para serem soltos – essa arma aparece em um vídeo gravado durante a virada de ano, quando um dos detidos fazia vários disparos em via pública.

Os dois foram levados ao plantão policial da cidade e presos em flagrante por tráfico de drogas.

Ainda não se sabe se há relação entre os dois detidos e o apartamento em que foram encontrados os microtubos para o embalo da droga. A Polícia Civil investigará o caso.

Publicidade