12 de maio de 2021 Atualizado 14:37

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Covid-19

RPT informa 24 mortes e total de vítimas chega a 2.250

Abril caminha para ser o mês mais mortal da pandemia em Americana, Santa Bárbara e Nova Odessa

Por Marina Zanaki

27 abr 2021 às 20:07

A RPT (Região do Polo Têxtil) contabilizou 24 novas mortes pelo novo coronavírus (Covid-19) e totaliza 2.250 vítimas. O mês de abril caminha para ser o mais letal da pandemia em três cidades da região.

Em Americana, a diferença entre março e abril é de apenas três óbitos. Em Santa Bárbara, o mês passado teve duas notificações a mais. Na cidade de Nova Odessa, a diferença está em quatro óbitos a mais em março do que em abril.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

Nesta terça-feira, Americana informou mais três mortes pelo coronavírus e contabiliza 490 mortes. Foram registrados mais 72 casos positivos, chegando a 15.835 casos positivos, sendo 21 internados, 343 em isolamento domiciliar, 14.981 recuperados, além dos óbitos.

A taxa de ocupação de leitos com respiradores, incluindo a rede pública e privada, está em 84% (de 69 no total, 58 estão ocupados). No Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi, 18 de 26 leitos de UTI Covid estão ocupados, uma taxa de 69%. Veja informações dos pacientes que faleceram:

  • Um homem, 83 anos, morador do bairro Vale das Nogueiras, portador de doença cardiovascular crônica e diabetes, que estava internado em hospital particular e faleceu no dia 23 de abril;
  • Um homem, 71 anos, morador do bairro Jardim São Paulo, portador de doença imunológica e diabetes, que estava internado no Hospital Municipal e faleceu no dia 26 de abril;
  • Um homem, 84 anos, morador do bairro Antônio Zanaga, sem informações de doenças preexistentes, que estava internado no Hospital Municipal e faleceu no dia 27 de abril.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Hortolândia informou mais cinco mortes e contabiliza 465 vítimas da pandemia. O número de moradores internados saltou de 71 na segunda-feira para 88 nesta terça. Desses, 57 testaram positivo e 31 estão em investigação para a doença. As vítimas informadas nesta terça eram:

  • homem, 43 anos, com comorbidades. Foi internado no Hospital Municipal Mário Covas em 26 de março e transferido para o Hospital da Unimed, em Sumaré, no dia 31. Ele não resistiu e faleceu em 7 de abril;
  • homem, 57 anos, com comorbidades. Foi internado na Unidade Respiratória do Nova Hortolândia em 18 de abril e faleceu no dia 21;
  • mulher, 73 anos, com comorbidades. Deu entrada na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Rosolém em 21 de abril e transferida para a Unidade Respiratória do Nova Hortolândia no mesmo dia. Ela faleceu em 26 de abril;
  • mulher, 73 anos, com comorbidades. Foi internada na Unidade Respiratória em 14 de abril, transferida dois dias depois para o Hospital Municipal Mário Covas, onde permaneceu até seu falecimento, em 20 de abril;
  • homem, 70 anos, com comorbidades. Foi internado na Unidade Respiratória em 19 de abril e faleceu no dia 24.

Nova Odessa registrou mais oito mortes, ocorridas entre 29 de março e 20 de abril. Com isso, a cidade contabiliza 146 vítimas da pandemia. A cidade tem 36 moradores internados em leitos Covid, dos quais cinco estão na Unidade Respiratória do Jardim Alvorada, cinco no Hospital Municipal e 26 em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em hospitais públicos e privados de outras cidades da região e do Estado. Os pacientes que faleceram e foram informados hoje eram:

  • mulher, 72 anos, moradora do Jardim Alvorada. Faleceu no dia 29 de março no Hospital e Maternidade Municipal de Nova Odessa. A idosa era obesa, uma comorbidade para o coronavírus;
  • homem, 80 anos, com comorbidades. Faleceu no dia 1° de abril na Unidade Respiratória do Jardim Alvorada;
  • homem, 67 anos, morador do Parque Klavin, sem informações se tinha comorbidades. Morreu no dia 3 de abril em um hospital de Campinas;
  • homem, 45 anos, morador do Jardim Monte das Oliveiras, sem informações se tinha comorbidades. Faleceu no dia 8 de abril em um hospital de Campinas;
  • homem, 57 anos, morador do Jardim São Jorge. Faleceu em São José dos Campos no dia 9 de abril. Não tinha comorbidade conhecida;
  • mulher, 33 anos, moradora do Jardim Éden. Estava internada em um hospital de Campinas e faleceu em 11 de abril. Não tinha comorbidade conhecida;
  • homem, 75 anos, do Jardim Alvorada. Faleceu em 18 de abril em um hospital de Santa Bárbara d’Oeste. O idoso era obeso, uma comorbidade;
  • mulher, 68 anos, moradora do Monte das Oliveiras. Faleceu na Unidade Respiratória em 20 de abril. Não há informações se tinha comorbidade.

Séries, filmes, games, quadrinhos: conheça o Estúdio 52.

Santa Bárbara d’Oeste informou mais três óbitos e 79 casos positivos. Dessa forma, a cidade contabiliza 14.423 moradores que se infectaram, dos quais 13.301 estão recuperados e 473 faleceram.

Os leitos públicos com respiradores têm 88% de ocupação. As enfermarias estão com 83% das vagas ocupadas nesta terça-feira. Veja informações divulgadas pela prefeitura sobre os novos óbitos:

  • Mulher, 52 anos, faleceu em 19 de abril;
  • Mulher, 63 anos, faleceu em 26 de abril;
  • Mulher, 60 anos, faleceu em 27 de abril.

O Ivan Maia está sempre Virando a Chave e quer te ajudar a fazer o mesmo em seu blog no LIBERAL.

Sumaré registrou mais cinco mortes e contabiliza agora 676 vítimas. Há 162 pacientes internados em leitos Covid, dos quais 72 são suspeitos e 90 já testaram positivo para a doença. Veja detalhes das vítimas informadas no boletim de hoje:

  • Mulher de 58 anos, com comorbidades. Estava internada na UPA Macarenko e faleceu em 24 de abril;
  • Mulher de 68 anos, com comorbidades. Estava internada na UPA Macarenko e faleceu em 27 de abril;
  • Homem de 94 anos, com comorbidades. Estava internado na UPA Macarenko e faleceu em 22 de abril;
  • Homem de 71 anos, com comorbidades. Estava internado na UPA Macarenko e faleceu em 26 de abril;
  • Homem de 41 anos, com comorbidades. Estava internado na UPA Macarenko e faleceu em 25 de abril.

Publicidade