22 de maio de 2024 Atualizado 19:29

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Tarifa Social

Região tem 11 mil que podem pagar menos por tarifa de energia

CPFL Paulista observou que o número de beneficiados pode quase dobrar se todos os que se enquadram nos requisitos se inscreverem no programa

Por Ana Carolina Leal

15 de julho de 2021, às 07h42 • Última atualização em 15 de julho de 2021, às 11h41

A RPT (Região do Polo Têxtil) tem 11.050 consumidores  ainda não cadastrados como baixa renda na Tarifa Social da CPFL Paulista aptos para ter o benefício do desconto nas contas de energia. Do total, 1.960 residem em Americana, 1.215 em Santa Bárbara d’Oeste, 3.735 em Hortolândia e 4.140 em Sumaré.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Por meio de cruzamento de dados com o CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais), do Governo Federal, a CPFL Paulista observou que o número de beneficiados pode quase dobrar se todos os que se enquadram nos requisitos se inscreverem e forem aprovados na categoria Tarifa Social. Atualmente, 24.180 moradores são beneficiados na região.

Os descontos na conta de luz para os beneficiados pela Tarifa Social são aplicados de forma cumulativa para faixas de consumo que vão de 0 kWh a 220 kWh. A tarifa terá um desconto de 65% para os primeiros 30 kWh consumidos no mês.

Para o consumo de 31 a 100 kWh/mês, o desconto será de 40%. Finalmente, a parcela de consumo entre 101 e 220 kWh no mês terá 10% de desconto. Isso significa que, se o beneficiário  tem um consumo mensal de 50 kWh, ele receberá um desconto de 65% sobre os primeiros 30 kWh e de 40% sobre os outros 20 kWh.

Para entrar na Tarifa Social como “consumidor de baixa renda”, o cliente, que pode representar uma pessoa ou uma família, precisa ter ganhos mensais per capita de, no máximo, meio salário mínimo e atender a pelo menos uma das condições estipuladas pelo programa.

O detalhamento pode ser consultado no sitecpfl.com.br/baixarenda, o mesmo usado para fazer o cadastro para o benefício, ou pelo aplicativo CPFL Energia.

Publicidade