22 de maio de 2024 Atualizado 19:29

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Americana

Apicultor voluntário retira enxame de abelhas na Vila Santa Catarina

Colmeia estava em poste de energia há pelo menos dois meses; insetos foram encaminhados à universidade

Por Maria Eduarda Gazzetta

30 de novembro de 2021, às 16h36 • Última atualização em 30 de novembro de 2021, às 16h38

Após retirada de enxame, novo poste foi colocado no cruzamento das ruas Duque de Caxias com Paissandú - Foto: Marcelo Rocha - O Liberal (arquivo)

O tecnólogo em apicultura, César Candelori se voluntariou e removeu um enxame de abelhas que estava em um poste de energia, localizado no cruzamento das ruas Duque de Caxias com Paissandú, na Vila Santa Catarina, em Americana. A remoção aconteceu na última terça-feira (23), com apoio da CPFL e do DAE (Departamento de Água e Esgoto).  

“Um colega de trabalho entrou em contato comigo, já sabendo que sou tecnólogo e logo após vi a reportagem sobre o enxame. Então, entrei em contato com a CPFL para que pudessem autorizar a remoção”, explicou César, que também é funcionário público no DAE.

Para a retirada das cerca de 70 mil abelhas do poste, o tecnólogo conta que a remoção começou no fim do dia e se estendeu até o início da madrugada do dia 24. “As abelhas não voam a noite, por isso é mais seguro ir no fim da tarde e no começo da noite”, explicou.

O tecnólogo explicou que para a remoção foi preciso vedar a rachadura da estrutura com um saco preto, cortar o poste e utilizar uma caixa padrão de madeira para fazer o transporte da colmeia. Ela foi levada por um veículo do DAE para a Unasp (Centro Universitário Adventista de São Paulo) de Engenheiro Coelho, com quem o apicultor tem uma parceria. Ainda de acordo com ele, alunos de agronomia da instituição estudam os insetos nas aulas práticas.

Por conta da retirada das abelhas do poste, foi preciso instalar uma nova estrutura no local, o que aconteceu no mesmo dia.

O LIBERAL noticiou no início de novembro que os insetos estariam no poste de iluminação há pelo menos dois meses e que a Prefeitura de Americana havia colocado faixas de isolamento e três cavaletes no entorno do poste, evitando assim a aproximação de quem caminhava pela calçada. Na época, a administração municipal foi questionada sobre quando a remoção deveria ser realizada, mas não havia encaminhado retorno.

EMEI
O apicultor relatou que na Emei (Escola Municipal de Educação Infantil) Paturi, na Vila Mariana, tem uma colmeia em uma árvore, na área do parquinho infantil. A reportagem apurou que os insetos estariam ali há pelo menos uma semana e que uma abelha já teria picado um aluno.

Árvore em área de parque infantil na Emei Paturi com enxame de abelhas – Foto: Marcelo RochaFoto: Marcelo Rocha – O Liberal

“Nós já solicitamos um caminhão munck para ajudar na retirada, porque a árvore é alta, mas ainda não recebemos retorno”, contou César.

A Prefeitura de Americana foi questionada sobre quando deve disponibilizar o veículo, mas até o fechamento desta reportagem não respondeu ao questionamento.

Publicidade