12 de junho de 2024 Atualizado 22:46

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Vendas

Pandemia deve causar queda nas vendas no Dia dos Namorados

Acia deve reforçar ações de orientações para que população e lojistas sigam as normas sanitárias

Por

11 de junho de 2020, às 09h24 • Última atualização em 11 de junho de 2020, às 10h02

As vendas no Estado de São Paulo para o Dia dos Namorados devem cair 33%, segundo estimativa da Fecomércio-SP (Federação de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo). A queda é resultado da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Mesmo com a reabertura gradual da economia em várias regiões do Estado, a entidade avalia que as vendas no comércio devem ter o pior desempenho da história para a data.

Em Americana, o presidente da Acia (Associação Comercial e Industrial de Americana), Wagner Ambruster, diz que não há como traçar um panorama ou estimativa de vendas, uma vez que o comércio não está funcionando na sua totalidade. Ainda assim, a associação e os lojistas estão animados com a data para o estímulo das vendas.

Segundo Ambruster, estão sendo realizadas ações de orientação para evitar o contágio da proliferação do vírus e seguidas todas as normas de segurança determinadas pelo governo paulista. A entidade ainda planeja uma campanha para ida consciente ao comércio.

Neste sábado (13), Dia de Santo Antonio e feriado municipal do padroeiro de Americana, as lojas funcionarão em horário especial, das 10h às 14h.

Já o presidente da Acisb (Associação Comercial e Industrial de Santa Bárbara d’Oeste), João Batista de Paula Rodrigues, assim como a Fecomércio-SP, estima uma queda nas vendas do comércio local como consequência da pandemia.

No entanto, ele ressalta que os lojistas estão empenhados para reverter esse quadro e tentar realizar boas vendas. Todos os cuidados com a higienização e delimitação de espaços estão sendo seguidos no comércio barbarense, segundo Rodrigues.

Podcast Além da Capa
A pandemia do novo coronavírus completa três meses com a certeza de representar o maior desafio da carreira de gestores públicos em saúde, como é o caso dos secretários que atuam em cidades da região. Nesse episódio, o editor Bruno Moreira conversa com os responsáveis pelas pastas em Americana, Santa Bárbara e Nova Odessa sobre a experiência forjada pela crise.

https://open.spotify.com/episode/5thrs70GyBEPSurwc85VMK?si=QSJIsHLMS0qNNjYuOM-WPA

Publicidade