Operação da Dise mira tráfico de drogas e crime organizado na região

Polícia Civil cumpre mandados de prisão e de busca e apreensão em Americana, Nova Odessa e Santa Bárbara d'Oeste


A Dise (Delegacia de Investigação Sobre Entorpecentes) de Americana deflagrou nesta terça-feira (18) uma operação para combater o tráfico de drogas e o crime organizado na região. A ação resultou na detenção de suspeitos – de dez a 12 pessoas foram detidas, de acordo com informações preliminares, entre eles, um suspeito de participação em homicídio.

A ação conta com apoio da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), de equipe aérea do SAT (Serviço Aerotático), subordinado ao Deic (Departamento de Investigações sobre Crime Organizado), e da Polícia Civil de Piracicaba. Os detalhes devem ser dados em uma coletiva de imprensa marcada para as 16h, na Delegacia Seccional de Americana.

Foto: André Thieful / O Liberal
Operação da Dise foi deflagrada na manhã desta terça-feira em Americana, Nova Odessa e Santa Bárbara

Segundo informações preliminares da Polícia Civil, equipes atuam em Americana, Nova Odessa e Santa Bárbara d’Oeste no cumprimento de mandados de busca e apreensão e de prisão. Ainda não foram divulgados quantos mandados estão sendo cumpridos.

O LIBERAL apurou que a operação também acontece na cidade de Guarulhos, e que drogas viriam de lá para Americana. Até o momento, de 10 a 12 pessoas, entre homens e mulheres, foram presos.

Um dos alvos da operação em Americana seria um homem envolvido em um assassinato. Contra ele, há um mandado de prisão temporária expedido pela Vara do Júri da cidade.

“Viemos em apoio após um pedido que a Dise fez para ajudar nesta operação contra o crime organizado e o tráfico. O pessoal nos passa os pontos relevantes e de destaque, que possam ter campo para fuga, com áreas de mata. Nós viemos preparados com dois atiradores e ficamos em comunicação com o solo”, explicou o comandante Felipe, sobre a atuação do SAT na operação.

Segundo informações da Secretaria Estadual da Segurança Pública, o nome da operação é Jus Puniendi, expressão em latim que significa o direito de punir, em referência à prerrogativa do Estado.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora