21 de abril de 2024 Atualizado 01:22

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

SEGURANÇA

Nova Odessa, Santa Bárbara e Americana estão entre as 10 cidades mais seguras do Estado

Índice de exposição a crimes violentos foi divulgado nesta segunda-feira pelo Instituto Sou da Paz

Por Ana Carolina Leal e Cristiani Azanha

05 de dezembro de 2023, às 07h24 • Última atualização em 05 de dezembro de 2023, às 11h18

Dados do Instituto Sou da Paz, referentes ao ano de 2022, colocam a região como uma das mais seguras do Estado de São Paulo.

Nova Odessa, Santa Bárbara d’Oeste e Americana estão entre as 10 cidades com menor registro de crimes como roubos, estupros e homicídios.

Gama enfatizou os investimentos feitos na segurança de Americana – Foto: Marilia Pierre/Prefeitura de Americana

O estudo, baseado no IECV (Índice de Exposição aos Crimes Violentos), utiliza números fornecidos pela SSP (Secretaria de Segurança Pública) do Estado.

Segundo o IECV, que engloba 136 municípios paulistas com mais de 50 mil habitantes, Nova Odessa se destaca, ocupando a 3ª posição no ranking, seguida por Santa Bárbara d’Oeste em 6º e Americana em 8º.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Os indicadores avaliam seis tipos de registros, categorizados em homicídio doloso, latrocínio, estupro, roubos gerais, roubos a veículos e roubos de cargas.

O índice, que varia de zero a 100, com zero indicando menor exposição aos crimes violentos, apresentou uma média geral de 8,61.

De acordo com especialistas em segurança consultados pelo LIBERAL, o destaque para a região reforça a eficácia das medidas adotadas pelos municípios, Estado e federação em conjunto, além da integração bem-sucedida entre as polícias civil e militar e as guardas municipais.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região.

O estudo constatou que a exposição aos crimes violentos aumentou na maioria dos municípios paulistas entre 2021 e 2022, com um crescimento uniforme nos crimes de natureza sexual em todo o Estado.

Carolina Ricardo, diretora do Instituto Sou da Paz, ressalta que o IECV não apenas contribui para a gestão pública, chamando a atenção para os desafios da segurança, mas também fornece informações valiosas para candidatos às eleições municipais, orientando propostas eficazes para lidar com crimes violentos.

REGIÃO

Santa Bárbara d’Oeste, com um índice geral de 3,57, viu um aumento significativo nos casos de estupro, passando de nove para 28 entre 2021 e 2022.

Já Americana, classificada em 8º lugar com um índice de 4,05, registrou um aumento nos casos de estupro de 31 para 41 no mesmo período.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

Nova Odessa foi um dos poucos municípios paulistas a registrar queda nos casos de estupro. O número caiu de 11 para cinco entre os anos de 2021 e 2022.

O delegado Kleber Antonio Torquato Altale, diretor do Deinter-9 (Departamento de Polícia Judiciária do Interior), atribui o sucesso da região na classificação a esforços conjuntos das esferas municipal, estadual e federal, enfatizando a importância da integração entre as forças.

Comandante do 19º BPM/I (Batalhão de Polícia Militar do Interior), tenente-coronel Adriano Daniel destaca as prisões realizadas nos anos de 2021 e 2022, ressaltando que a prevenção também está ligada à retirada de criminosos de circulação.

De acordo com ele, cerca de mil suspeitos foram presos em 2021 e outros 1,3 mil em 2022 na área de abrangência da corporação.

Além das forças de segurança, José Wendel Nascimento Santos, coordenador de planejamento da Gama (Guarda Municipal de Americana), enfatiza os investimentos feitos em Americana, como a “muralha digital”, que monitora cerca de 70% do município 24 horas.

10 municípios mais seguros de São Paulo

*Com mais de 50 mil habitantes. Quanto menor o indicador, menor a exposição a crimes violentos

1º Capivari – 1,71

2º Pirassununga – 2,26

3º Nova Odessa – 2,95

4º Porto Ferreira – 3,26

5º Piracicaba – 3,44

6º Santa Bárbara – 3,57

7º Bragança Paulista – 3,91

8º Americana – 4,05

9º Monte Alto – 4,18

10º Pontal – 4,19

10 municípios mais violentos de São Paulo

*Com mais de 50 mil habitantes. Quanto maior o indicador, maior a exposição aos crimes violentos

1º Peruíbe – 19,02

2º Caraguatatuba – 18,01

3º Mongaguá – 17,17

4º Cruzeiro – 14,84

5º Ubatuba – 14,33

6º Itapecerica da Serra – 14,26

7º Itanhaém – 13,70

8º Bertioga – 13,55

9º Registro – 13,19

10º Lorena – 13,09

Fonte – IECV (Índice de Exposição aos Crimes Violentos)

Publicidade