25 de novembro de 2020 Atualizado 23:55

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Inverno

Chegada de frente fria traz chuva no final de semana

Inverno teve início no dia 20 e deve ser mais seco e quente que a média histórica

Por Marina Zanaki

23 jun 2020 às 08:43 • Última atualização 23 jun 2020 às 11:10

Uma frente fria deve passar pela região e pode trazer chuva no final da semana. A previsão do tempo indica que deve chover de 10 a 12 milímetros entre sexta e sábado.

O meteorologista Bruno Kabke Bainy, do Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura) da Unicamp, informa que os termômetros não devem registrar quedas intensas nas temperaturas.

“Obviamente durante a passagem da frente fria, em função da nebulosidade, de ter efeito da massa de ar frio, a temperatura deve ficar um pouco mais baixa, mas não será uma queda brusca na temperatura”, disse o pesquisador.

A previsão do tempo indica que deve chover de 10 a 12 milímetros entre sexta e sábado – Foto: Editoria de arte / O Liberal

O inverno teve início no último sábado. Apesar do começo com pancadas de chuva, a estação deve ser mais quente e seca do que a média histórica. O prognóstico foi feito pelo Cepagri com base em previsões do Instituto Nacional de Meteorologia.

De acordo com nota técnica publicada pelo Centro, o prognóstico indica que a RMC (Região Metropolitana de Campinas) deve registrar entre 50 e 100 milímetros de chuva nos meses de julho, agosto e setembro. A média histórica para o período fica entre 130 e 140 milímetros.

Já a temperatura média deve ficar entre 1° e 1,5° mais elevada do que a média histórica, que é de 20,3°. A probabilidade de que o inverno seja mais seco e quente do que o normal é de 60%, considerada alta.

Segundo o meteorologista, o prognóstico foi calculado com base em fatores como índices oceânicos e a própria dinâmica da atmosfera.

Ele explicou que não há um fenômeno que explique porque o inverno deve ter temperatura e chuva atípicos. Contudo, as duas condições podem estar relacionadas entre si.

Podcast Além da Capa
O mais festejado dos cinco títulos mundiais da seleção brasileira? A resposta é subjetiva, mas a conquista da Copa do Mundo de 1970, no México, completa 50 anos sem ter ameaçado seu lugar no Olimpo do futebol. O ambiente de Americana naqueles dias de junho pauta essa edição do Além da Capa. O editor Bruno Moreira conversa com o repórter Rodrigo Alonso, além de contar com a contribuição de convidados.

Publicidade