28 de fevereiro de 2024 Atualizado 16:27

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Saúde

Prefeitura confirma circulação do sorotipo 2 da dengue em Nova Odessa

Identificação de nova cepa acende alerta porque pode levar a um aumento significativo de casos

Por Ana Carolina Leal

09 de fevereiro de 2024, às 07h34

A Prefeitura de Nova Odessa confirmou, nesta quinta-feira (8), a presença do sorotipo 2 da dengue na cidade, uma cepa que não circulava desde 2019.

A identificação desse novo tipo de vírus acende um alerta, pois a introdução de um sorotipo diferente após anos de predominância de outro pode levar a um aumento significativo de casos.

Em Nova Odessa continua o trabalho de visitação nas casas e recolhimento de materiais – Foto: Prefeitura de Nova Odessa/Divulgação

Segundo dados da Vigilância Epidemiológica de Nova Odessa, neste ano já foram confirmados 45 casos positivos de dengue.

O número representa quase quatro vezes mais do que os 12 casos registrados nos primeiros dois meses do ano passado. Em 2023, o município acumulou um total de 370 ocorrências.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

“Toda vez que tem a introdução de um outro sorotipo de dengue, após vários anos seguidos de um único sorotipo circulando, vemos um aumento expressivo de casos. Isso acontece porque ao entrar um novo sorotipo aumenta a quantidade de pessoas susceptíveis à aquele novo sorotipo”, explica Paula Mestriner, coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Nova Odessa.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região!

Com isso, o risco de infecção e agravamento da doença é maior, já que grande parte da população não tem anticorpos contra esse tipo da doença.

A reinfecção por um sorotipo diferente é um fator de risco para a forma grave da dengue, conhecida como dengue hemorrágica.

Em Santa Bárbara d’Oeste, a prefeitura informou que neste ano os sorotipos 2 e 3 da dengue ainda não foram identificados em amostras encaminhadas pelo município aos laboratórios de referência. Mas que em 2023, o sorotipo 2 circulou na cidade. Já o tipo 3, não circula desde 2009.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

Em Americana, até o momento, não foram detectados os sorotipos 2 e 3. O LIBERAL também questionou as prefeituras de Sumaré e Hortolândia, mas não teve retorno.

No dia 25 de janeiro, o Ministério de Saúde deixou as cidades da região fora da lista inicial de municípios que vão receber a primeira remessa da vacina contra dengue para a rede pública.

A prioridade foi dada aos municípios com mais de 100 mil habitantes, alta transmissão da doença e predominância do sorotipo 2.

Publicidade