06 de maio de 2021 Atualizado 14:53

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Polícia

Policiais de Nova Odessa prendem golpistas em Piracicaba

Homens aplicaram o "golpe do cupim" em idosos na cidade; um dos procurados está intubado com Covid-19

Por Heitor Carvalho

19 abr 2021 às 17:34 • Última atualização 19 abr 2021 às 17:35

Um homem foi preso no início da manhã desta segunda-feira (19), em Piracicaba, durante a Operação “Tamanduá”, que foi deflagrada pela Polícia Civil de Nova Odessa contra estelionatários que aplicaram o chamado “golpe do cupim” na cidade.

Segundo a Polícia Civil, mais de dez pessoas foram alvo dessa modalidade criminosa em Nova Odessa nos últimos meses. O golpe consiste em oferecer um serviço de manutenção no telhado da residência, que supostamente estaria infestada de cupins.

Objetos apreendidos na casa do indivíduo detido – Foto: Polícia Civil / Divulgação

O estelionatário traz consigo um pedaço de madeira cheio de cupins em uma mochila. Ao subir no telhado da residência da vítima para fazer o “orçamento”, o criminoso retirava o pedaço de madeira que trouxe com ele para “comprovar” a infestação no imóvel.

Em seguida, o golpista começava a pressionar a vítima para executar o trabalho. Ao passar o cartão de crédito ou débito, ele cobra um valor excessivo por um serviço desnecessário e que sequer foi realizado. Algumas vítimas idosas tiveram prejuízos de R$ 6 mil a R$ 13 mil.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

Após investigações, os policiais civis de Nova Odessa identificaram três homens e representaram na Justiça pela prisão temporária deles, bem como pela busca e apreensão em seus respectivos domicílios.

De acordo com o registrado no boletim de ocorrência, os policiais civis se dirigiram aos locais, onde localizaram e apreenderam todo o material relacionado aos crimes.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Um dos procurados, de 55 anos de idade, estava intubado com o novo coronavírus (Covid-19) no Hospital Regional de Piracicaba Dra. Zilda Arns, onde aguardará a recuperação sob escolta policial.

Outro investigado, de 23 anos, foi encontrado no interior do seu imóvel no bairro Pauliceia. Um terceiro investigado ainda não foi localizado, porém outras diligências estão sendo realizadas com a finalidade de prendê-lo.

Entre o material apreendido na residência do homem que foi preso estavam três máquinas de cartão de crédito/débito e uniformes de uma empresa fictícia, utilizados para dar credibilidade ao golpe, além de uma arma de air soft, recibos de prestação de serviços, um aparelho de telefonia celular e o veículo, o qual foi identificado pelas vítimas.

Após a formalização das prisões, o indiciado foi encaminhado a cadeia de Sumaré, onde ficará a disposição da delegacia de polícia de Nova Odessa para conclusão dos trabalhos.

Publicidade