02 de março de 2021 Atualizado 00:45

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

FISCALIZAÇÃO

Guarda Municipal e Polícia Militar encerram duas festas clandestinas em Nova Odessa

Eventos clandestinos em tabacaria e chácara na madrugada tiveram aglomeração de pessoas e som alto

Por André Rossi

13 fev 2021 às 11:20 • Última atualização 13 fev 2021 às 11:24

A GCM (Guarda Civil Municipal) e a PM (Política Militar) de Nova Odessa realizaram uma ação conjunta para encerrar duas festas clandestinas na madrugada deste sábado (13). Em ambos os locais havia aglomeração de pessoas e som alto.

De acordo com informações da prefeitura, o primeiro caso aconteceu numa tabacaria localizada na Rua Tamboril, no Jardim Capuava. Foi constatada aglomeração de pessoas na rua e no interior do estabelecimento.

Ação conjunta da Guarda Civil Municipal e da Polícia Militar fechou eventos em Nova Odessa, na madrugada deste sábado – Foto: Reprodução / Guarda Civil Municipal de Nova Odessa

Com a chegada dos agentes, o público que estava do lado de fora foi dispersado. Em seguida, o proprietário da tabacaria foi autuado e orientado sobre a aglomeração e perturbação do sossego. Ele também teve de dispersar as pessoas que estavam no interior do estabelecimento.

Assim como toda a região de Campinas, Nova Odessa está na fase amarela do Plano São Paulo, que proíbe o funcionamento de bares e similares após às 22 horas. A venda de bebida alcoólica tem de ser encerrada até as 20 horas.

Em seguida, os agentes foram até uma chácara no bairro Lopes Iglesias, onde estava acontecendo uma festa com aglomeração de jovens e “som abusivo”. Foi feito contato com o responsável, que dispensou os convidados e encerrou o evento. O homem também foi autuado.

“Em ambos os locais foram constatadas diversas infrações de trânsito, onde foram tomadas as devidas providências”, ressaltou a GCM.

A prefeitura não especificou quais foram as autuações para ambos os casos, mas disse que serão feitas na segunda-feira, com o envio do relatório para a Vigilância Sanitária. Cabe recurso.

Em linhas gerais, a multa para eventos e festas com aglomerações e sem uso de máscara é de até R$ 5 mil por pessoa que estiver no local. A penalidade vai para o organizador do evento.

Publicidade