26 de maio de 2024 Atualizado 17:59

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Polícia

Jovem perde R$ 3,5 mil ao cair no golpe do falso intermediador em Santa Bárbara

Vítima tentava comprar moto; tanto comprador quando vendedor foram enganados

Por Paula Nacasaki

16 de abril de 2024, às 13h35 • Última atualização em 16 de abril de 2024, às 20h11

Plantão Policial de Santa Bárbara - Foto: Claudeci Junior/Liberal

Um jovem de 25 anos perdeu R$ 3,5 mil, nesta segunda-feira (15), ao ser enganado por um homem que se passou por um intermediador de venda. A vítima acreditou que estava comprando uma Honda Biz de uma moradora de Santa Bárbara d’Oeste.

Segundo informações da Polícia Civil, o jovem viu nas redes sociais o anúncio da venda da motocicleta pelo valor de R$ 3,7 mil e passou a conversar com o golpista por WhatsApp, que se passou pelo dono da Biz.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Ao jovem, o estelionatário informou ser o dono do veículo. Ele explicou que a sua vizinha lhe mostraria a moto, pois não estava na cidade, e passou os dados da conta para que um Pix fosse feito. Ele também pediu que o comprador não falasse de valores com a mulher.

Já para a real proprietária da Biz, o golpista pediu que ela não falasse nada a respeito do valor da moto, pois estava intermediando a venda do veículo para um funcionário seu.

Acreditando ser verdade, o comprador fez o Pix de R$ 3,5 mil, conforme “desconto” combinado com o falso intermediador.

Somente mais tarde é que tanto o comprador como a vendedora perceberam que tinham caído em um golpe, pois o dinheiro depositado na conta indicada pelo intermediador não havia sido repassado à conta da verdadeira dona da Biz. Os dois não conseguiram mais falar com o criminoso e procuraram o plantão policial de Santa Bárbara para comunicar o ocorrido.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

Um boletim de ocorrência de estelionato foi registrado e as investigações ficam a cargo do 3° DP (Distrito Policial).

Como funciona o golpe do intermediador

O estelionatário pega na internet um anúncio verdadeiro de venda de um determinado veículo, depois o recria em uma rede social, porém, com um valor bem inferior para ser atrativo e coloca o seu telefone para contato.

Quando a vítima entra em contato, o golpista diz que está vendendo o carro ou moto para um conhecido e afirma que todas as negociações serão tratadas com ele.

Já para o verdadeiro dono do veículo, o estelionatário relata que está ajudando seu amigo a encontrar o carro ou moto e afirma que a parte do pagamento é de sua responsabilidade.

A vítima vai até a casa do verdadeiro vendedor ver o veículo que quer comprar, mas como o estelionatário se passa por intermediador da venda para as duas partes, ambos não desconfiam que estão sendo enganados.

A vítima conhece o veículo, paga para o estelionatário e este não repassa o valor para o verdadeiro dono do bem. O dono, como não recebe o dinheiro, não entrega o automóvel. Apenas quando conversam sem a presença do golpista é que as vítimas reconhecem que foram enganados pelo falso intermediador.

Há alguns casos também em que o dono do bem não sabe da presença do intermediador, apenas o comprador é enganado.

As notícias do LIBERAL sobre Americana e região no seu e-mail, de segunda a sexta

* indica obrigatório

Publicidade