09 de agosto de 2022 Atualizado 22:06

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Hortolândia

Polícia Civil esclarece crime e prende suspeito de homicídio em Hortolândia

Homem prestou depoimento, mas foi liberado após o pagamento de fiança no valor de R$ 1,2 mil

Por Cristiani Azanha

02 de agosto de 2022, às 12h28

Policiais civis esclareceram e prenderam um homem apontado pela polícia como o autor do homicídio de Rubens dos Santos Gonçalves, de 38 anos, que foi assassinado a tiros, no Jardim Santiago, em Hortolândia, em abril. O suspeito, de 39 anos, foi localizado na casa dele, que fica no mesmo bairro.

No interior do guarda-roupas, os investigadores localizaram um revólver que teria sido usado no crime. Ele foi conduzido à delegacia, onde foi autuado em flagrante por posse de arma de fogo e indiciado por homicídio.

Arma que teria sido usada no crime foi apreendida – Foto: Divulgação/Polícia Civil

De acordo com a corporação, por volta das 11h30 desta segunda-feira (1º), os policiais cumpriram o mandado de busca e apreensão na casa do suspeito.

O indiciado acabou por confessar que a arma era de sua propriedade e também teria confessado que usou a arma no crime. Conduzido à delegacia, o homem prestou depoimento, mas foi liberado após o pagamento de fiança no valor de R$ 1,2 mil.

O caso

Uma das versões apuradas pela polícia é que o crime ocorreu porque a vítima teria chutado o lixo na frente da casa do suspeito, que teria se alterado e cometeu o assassinato.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Gonçalves foi atingido com três tiros no peito, um no rosto, outro no pulso direito e um no dedo. Todos os disparos ocorreram a curta distância, de acordo com a perícia criminal.

Na época, os policiais não conseguiram encontrar testemunhas, mas durante o inquérito policial teriam confirmado a identidade do suspeito do crime.

Publicidade