25 de outubro de 2020 Atualizado 18:36

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Procurado

Ex-vereador condenado por ‘rachadinha’ é preso em Hortolândia

Adaílton Sá era procurado pela Justiça e foi encontrado no Jardim Amanda, através de uma denúncia anônima

Por Heitor Carvalho

14 out 2020 às 19:47 • Última atualização 15 out 2020 às 01:40

O ex-vereador Adaílton Sá, 51 anos, foi preso por volta do meio-dia desta quarta-feira (14), na Rua Eusébio de Queirós, no bairro Jardim Amanda, em Hortolândia.

Ele era procurado pela Justiça por conta de um esquema de “rachadinha” que promoveu na câmara da cidade, pelo qual foi condenado a 23 anos de prisão.

Adaílton Sá foi condenado por esquema de ‘rachadinha’ na Câmara Municipal de Hortolândia – Foto: Divulgação

Sá teve seus bens bloqueados em 2015 e foi afastado do cargo de vereador em 2016, após denúncias de que cobrava “pedágio” de seus assessores nomeados.

O parlamentar, que atuou pelo PRB e pelo PV, foi denunciado por pelo menos oito pelos assessores que contaram ao Ministério Público que foram obrigados a entregar parte dos seus salários entre os anos de 2006 e 2014.

Em 2018, ele foi condenado a 23 anos e quatro meses de prisão, mas recorreu da decisão em liberdade. Em 2019, a pena foi confirmada pelo TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo).

Em agosto deste ano, o STJ (Superior Tribunal de Justiça) negou uma nova tentativa de recurso e determinou que a pena começasse a ser cumprida. O mandado de prisão contra Adaílton Sá foi emitido em 13 de agosto.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, policiais civis receberam uma denúncia anônima informando onde o ex-vereador estaria e, ao chegarem no local, o abordaram.

Após ser constatado que havia um mandado de prisão expedido contra ele pela 1ª Vara Judicial de Hortolândia, Sá foi conduzido à Cadeia de Sumaré, onde permaneceu à disposição da Justiça. O LIBERAL não conseguiu contato com a defesa dele.

Publicidade