09 de agosto de 2022 Atualizado 23:42

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Em Hortolândia

Dise de Americana apreende 1,1 tonelada de maconha, avaliada em mais de R$ 1 milhão

Delegado Marco Antonio Pozeti disse que a droga teria sido trazida do Paraguai pela "rota caipira"

Por Cristiani Azanha

28 de julho de 2022, às 20h13 • Última atualização em 28 de julho de 2022, às 20h17

Policiais civis da Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) de Americana interceptaram um caminhão carregamento com 1.176 tijolos de maconha, que pesaram 1,1 tonelada e foram avaliados em mais de R$ 1 milhão, na quarta fase da Operação Fronteira, em uma chácara, na Vila Real, em Hortolândia, nesta quinta-feira (28).

Três pessoas foram presas por tráfico de drogas e associação para o tráfico. O delegado Marco Antonio Pozeti, que coordenou a investigação, disse que a droga teria sido trazida do Paraguai pela “rota caipira”.

Dise apreendeu mais de uma tonelada de maconha – Foto: Junior Guarnieri / Liberal

“Constatamos que o carregamento seria distribuído para fornecedores diferentes, pois estavam em algumas embalagens coloridas. A droga, possivelmente, seria entregue em Hortolândia, Sumaré, Campinas, Americana e Limeira”, relata Pozeti.

De acordo com a corporação, os investigadores monitoravam a chácara, que receberia um carregamento de Campo Grande (MS).

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

No local, foram presos o motorista e o ajudante, que residiam em Campo Grande, e o dono da propriedade.

“O local já estava sendo monitorado há quatro dias. No momento em que localizamos um dos suspeitos sobre o caminhão, decidimos fazer a abordagem. Todos tentaram fugir, mas foram presos. O trabalho de investigação continuará a ser realizado, para identificar outros envolvidos”, completa o delegado.

Os suspeitos prestaram depoimento e permanecerão detidos, até que sejam encaminhados às respectivas audiências de custódia.

Publicidade