07 de agosto de 2022 Atualizado 18:55

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Prisão

Após ‘saidinha’, 74 detentos não voltam para prisões de Hortolândia e Sumaré

Ao todo, 1.918 presos do regime semiaberto haviam recebido o benefício para as festas de fim de ano

Por Rodrigo Alonso

13 de janeiro de 2022, às 08h58 • Última atualização em 13 de janeiro de 2022, às 09h04

Beneficiados pela saída temporária de fim de ano, 74 detentos ainda não retornaram aos presídios da RPT (Região do Polo Têxtil). Eles deveriam ter voltado para as unidades de Hortolândia e Sumaré, no dia 3, mas seguem nas ruas.

Ao todo, 1.918 presos do regime semiaberto haviam recebido o benefício. Eles deixaram as prisões em 23 de dezembro. A maioria é do CPP (Centro de Progressão Penitenciária) de Hortolândia, onde 57 dos 1.495 contemplados não voltaram.

Na mesma cidade, houve a liberação de 163 presos da Penitenciária 2, dos quais 13 continuam nas ruas. Na Penitenciária 2, de 114, apenas um ainda não retornou.

Outros 146 tiveram direito à “saidinha” no Centro de Ressocialização de Sumaré. Desses, três permanecem fora da unidade. Os números foram informados pela SAP (Secretaria da Administração Penitenciária).

A pasta ressalta que “as saídas temporárias são benefícios previstos na Lei de Execução Penal e com as datas reguladas, no Estado de São Paulo”. Detentos que não retornam à unidade passam a ser considerados foragidos, perdem o benefício da saída temporária e, quando recapturados, são conduzidos para o regime fechado.

Publicidade