Casal de Hortolândia que morreu no Chile será sepultado nesta terça

As seis vítimas, que eram da mesma família, serão veladas no ginásio de esportes da Universidade do Vale do Itajaí, em Biguaçu (SC)


O velório dos seis brasileiros encontrados mortos por intoxicação de gás em um apartamento no Chile vai ocorrer nesta terça-feira (4), no ginásio de esportes da Univali (Universidade do Vale do Itajaí), em Biguaçu, em Santa Catarina. Dois moradores de Hortolândia estavam entre as vítimas do incidente.

Foto: Reprodução - Facebook
Casal de Hortolândia estava em viagem para comemorar os 15 anos da sobrinha

A cerimônia fúnebre ocorre das 8h30 às 15h30, enquanto o sepultamento está marcado para o cemitério São Miguel, na mesma cidade, após as 16h. As informações foram divulgadas através da página da Prefeitura de Biguaçu, no Facebook.

Os corpos foram embarcados nesta segunda-feira, com previsão de chegada no fim da tarde em São Paulo. Depois disso, ocorre o translado até Florianópolis.

Jonathas Kruger Muniz e Adriane Padrilha Kruger moravam em Hortolândia há dois anos e meio, quando o homem recebeu uma oportunidade para chefiar o departamento pessoal do Instituto Adventista de Tecnologia (IATec) da cidade.

Eles viajaram até o país vizinho para comemorar o aniversário de 15 anos da sobrinha, Karoliny Nascimento de Souza, que também morreu no local, assim como o irmão e os pais. O apartamento onde família morreu não passava por vistoria há 15 anos.

Veja quem foram as vítimas da tragédia:

– Fabiano de Souza, 41 anos, pescador, marido de Débora e pai dos adolescentes;

– Débora Muniz Nascimento de Souza, 38 anos, professora, mulher de Fabiano e mãe dos adolescentes;

– Karoliny Nascimento de Souza, 14 anos, estudante do 1º ano do ensino médio, filha de Fabiano e Débora. Ela completaria 15 anos dois dias após o incidente;

– Felipe Nascimento de Souza, 13 anos, estudante do 9º ano do ensino fundamental, filho de Fabiano e Débora e irmão de Karoliny;

– Jonathas Muniz, 30 anos, chefe do Departamento Pessoal do Instituto Adventista de Tecnologia, irmão de Débora e marido de Adriane;

– Adriane Padilha Kruger, formada em engenharia civil, mulher de Jonathas.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora