21 de abril de 2021 Atualizado 00:43

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

COVID-19

Com leitos cheios, Campinas passa de 100 mil doses aplicadas contra a Covid-19

Metrópole atinge marca em meio a agravamento da pandemia do novo coronavírus

Por Milton Paes

05 mar 2021 às 18:59

No ranking do governo do Estado, Campinas está entre as cidades que mais vacinaram - Foto: Fernanda Sunega/Prefeitura de Campinas

Campinas já aplicou 100.457 doses da vacina contra o novo coronavírus (Covid-19) em profissionais de saúde, funcionários das ILPIs (Instituições de Longa Permanência para Idosos) e pessoas idosas.

Desde o início da campanha, foram imunizadas com a primeira dose 69.479 pessoas; outras 30.978 já tomaram a segunda dose.

No ranking do governo do Estado, Campinas está entre as cidades que mais vacinaram. Ela aparece em segundo lugar, atrás apenas da capital, São Paulo.

São quatro centros de imunização em Campinas e um quinto entra em operação neste sábado.

Centro de Vivência do Idoso
Avenida Dr. Heitor Penteado, s/n – Portão 5 da Lagoa do Taquaral

Emef Caic Zeferino Vaz
Rua José Augusto de Mattos, s/n – Parque Residencial Vila União

Casa da Criança Paralítica
Rua Pedro Domingos Vitali, 160 – Parque Itália

Clube Círculo Militar
Avenida Getúlio Vargas, 200 – Jardim Chapadão

Centro de Imunização Noroeste (antigo prédio da NAED Noroeste)
Rua Augusta Parreira Belintani, s/nº – Vila Castelo Branco (funcionará a partir do próximo sábado).

Agendamento

No momento, está aberto o agendamento para idosos a partir de 77 anos. O agendamento é obrigatório e deve ser feito prioritariamente pelo site www.vacina.campinas.sp.gov.br ou pelo telefone 160.

Acompanhe a cobertura do LIBERAL sobre Campinas

A reabertura do agendamento foi possível porque o município recebeu novas doses, que foram entregues pela Secretaria Estadual de Saúde. As doses são destinadas para aplicação nessa faixa etária.

No site também é possível esclarecer dúvidas sobre vacinas, ver o número de vacinados e o estágio da campanha na cidade e ter informações sobre os cuidados durante a pandemia.

Leitos cheios

A rede publica de saúde em Campinas atingiu 97% de ocupação de leitos de UTI Covid nesta sexta-feira (5). Há 142 leitos ocupados e apenas quatro vagas disponíveis.

Na rede particular, a situação também é caótica e o índice de ocupação é de 89%. Dos 168 leitos, 149 estão ocupados e apenas 19 vagas estão disponíveis.

A pandemia avança de forma cada vez mais grave na cidade. O número de contaminados é de mais 598 casos em 24 horas, elevando a contagem para 71.393 pessoas contaminadas desde o início da pandemia.

O número de óbitos de pessoas com menos de 60 anos também tem crescido. Dos 13 óbitos registrados em 24 horas, seis são de pessoas com idades entre 46 e 59 anos, incluindo uma mulher sem comorbidades.

Publicidade