15 de maio de 2021 Atualizado 17:00

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Influenza

Campinas realiza vacinação contra a gripe em profissionais de saúde

Vacina protege contra três tipos de vírus: H1N1, H3N2 e B/Victoria; cerca de 20 mil trabalhadores poderão ser imunizados

Por Milton Paes

03 Maio 2021 às 15:27

A vacinação ocorre de segunda a sábado, das 8h às 18h - Foto: Carlos Bassa - Prefeitura de Campinas

A vacinação contra a gripe exclusiva para os trabalhadores da saúde dos serviços públicos e privados teve início nesta segunda-feira (3), no Centro Cultural de Inclusão e Integração Social (CIS) Guanabara, que fica na Rua Mário Siqueira, 829, no bairro Guanabara.

A ação é uma parceria entre a Prefeitura de Campinas e a Unimed Campinas e vai até o dia 14 de maio. A vacinação ocorre de segunda a sábado, das 8h às 18h. O local que fica ao lado da Praça Mauá e atrás da Sede I da Unimed Campinas, foi cedido gratuitamente pela Unicamp.

O objetivo é facilitar o acesso dos profissionais de saúde e ampliar o alcance da vacinação contra a Influenza no município. A vacina protege contra três tipos de vírus: H1N1, H3N2 e B/Victoria. Estar vacinado contra a influenza é fundamental para prevenção de quadros respiratórios graves que podem até mesmo levar a morte. Todos os cuidados em relação ao distanciamento social e regras de prevenção ao novo coronavírus estão sendo tomados na ação.

A Prefeitura é responsável pelo imunizante e insumos para a aplicação das doses, e a Cooperativa oferece os profissionais do Hospital Unimed Campinas (enfermeiros e técnicos de enfermagem) para aplicar a vacina.

Acompanhe a cobertura do LIBERAL sobre Campinas

Profissionais que tenham sido imunizados contra a Covid-19 devem se atentar à necessidade de haver um intervalo de, pelo menos, 14 dias entre uma vacina e a outra. Quem teve Covid deve aguardar até a completa recuperação e, pelo menos, quatro semanas após início dos sintomas.

De acordo com a articuladora do Programa Municipal de Imunização, Ana Cecília Zuiani Zocolotti, a adesão dos trabalhadores da saúde é muito importante para o sucesso da campanha.

“A todos os trabalhadores de saúde de Campinas, o Centro de Imunização CIS Guanabara está preparado para recebê-los na vacinação contra a Influenza. Local de fácil acesso, organizado garantindo agilidade no processo. Vamos vacinar!”, disse.

Não é necessário agendar. Os trabalhadores devem se apresentar com documento de identidade com foto e comprovante da atuação profissional na área de saúde, como cartão do conselho de classe, contrato de trabalho ou de prestação de serviço, holerite, crachá ou declaração emitida pelo serviço de saúde que comprove o vínculo empregatício. Não há restrição para nenhuma categoria profissional ou idade. Cerca de 20 mil trabalhadores poderão ser imunizados.

Podem se vacinar trabalhadores de estabelecimentos na área de saúde, como hospitais, clínicas, ambulatórios, laboratórios e outros. Abrange tanto os profissionais propriamente da saúde – como médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, odontologistas, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais de educação física, médicos veterinários e seus técnicos e auxiliares, quanto os profissionais de apoio que trabalham nos serviços de saúde, mas não estão prestando serviços diretos de assistência à saúde. Neste grupo estão recepcionistas, seguranças, pessoal da limpeza, cozinheiros e auxiliares, motoristas de ambulâncias entre outros.

Também estão incluídos trabalhadores que atuam em cuidados domiciliares como os cuidadores de idosos e doulas/parteiras e os estudantes da área da saúde que estiverem prestando assistência em serviços de saúde.

Publicidade