17 de agosto de 2022 Atualizado 16:00

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Imposto

Solicitações de isenção de IPTU aumentam 44% em Americana

Pedidos em Americana foram facilitados por sistema de acesso virtual que passou a funcionar em 2020, segundo fundador da empresa 1Doc; prazo termina em 21 de abril

Por Rodrigo Alonso

04 de fevereiro de 2022, às 08h22 • Última atualização em 04 de fevereiro de 2022, às 09h24

O número de novos pedidos de isenção de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) subiu 44% de 2020 para 2021, conforme dados divulgados pela Prefeitura de Americana. O procedimento, desde o meio de 2020, pode ser feito virtualmente através de um sistema desenvolvido pela administração em conjunto com a empresa 1Doc.

Fundador da 1Doc, Jeferson de Castilhos afirmou que as solicitações foram facilitadas pela digitalização do serviço.

“Por meio de planejamentos e estratégias personalizadas, conseguimos criar uma base de atendimento que funciona 24 horas por dia, com mais de 102 mil usuários cadastrados. Um marco que facilitou pedidos de isenção de IPTU durante a pandemia”, disse.

Solicitações foram facilitadas por meio da digitalização do serviço em Americana – Foto: Claudeci Junior / O Liberal

Segundo a UJPA (Unidade de Julgamento de Processos Administrativos) da prefeitura, o número de pedidos aumentou de 2.700 em 2020 para 3.887 em 2021. Neste ano, os moradores podem solicitar o benefício desde 3 de janeiro.

De acordo com o Executivo, até o fim do mês passado, já haviam 1.350 requerimentos. O prazo para solicitações termina em 29 de abril.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

A 1Doc apontou que, graças à ferramenta online, a Central de Atendimento recebe cerca de 35 mil acessos mensais e já gerou 150 mil documentos digitais em 2021.

O sistema ainda promoveu a integração da prefeitura com a câmara, o que possibilita maior agilidade nos trâmites.

Economia

A empresa também destacou que a prefeitura teve uma economia de R$ 3,8 milhões em impressões nos 20 meses de operação. A 1Doc estima que, em razão disso, 3,8 mil árvores deixaram de ser cortadas.

“Através da extinção do uso de papel na administração pública e da gestão de documentos em nuvem, a digitalização dos serviços no setor público gera uma redução muito significativa no tempo das tratativas internas, ampliando a eficiência e transparência, o alcance e o aprimoramento da qualidade dos serviços prestados à população”, ressaltou Castilhos.

Publicidade