08 de março de 2021 Atualizado 19:19

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Americana

Sindicato dos Bancários faz protesto contra fechamento de agência do BB no Zanaga

Manifestações também foram organizadas nas cidades de Campinas e São João da Boa Vista

Por Heitor Carvalho

10 fev 2021 às 09:35 • Última atualização 10 fev 2021 às 10:04

O Sindicato dos Bancários de Campinas e Região realiza uma manifestação em frente a agência do Banco do Brasil no bairro Antônio Zanaga, em Americana, durante a manhã desta quarta-feira (10).

A unidade, localizada na Avenida Cecília Meirelles, foi anunciada como um dos postos de atendimentos que será fechado com o plano de reestruturação da empresa.

Além de Americana, protestos também ocorrem paralelamente nos municípios de Campinas e São João da Boa Vista, onde unidades do BB também serão fechadas.

Agência do Banco do Brasil no bairro Antônio Zanaga, em Americana, será fechada – Foto: Divulgação

O sindicato também realiza, além das manifestações, uma greve de 24 horas de duração por conta do fechamento de agências do Banco do Brasil na região.

A paralisação foi aprovada em assembleia virtual pelos funcionários do BB no dia 5 de fevereiro. Durante o período de votação, das 8h às 18h, foram 80 votos a favor da greve, 14 votos contra e uma abstenção.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Segundo Daniel Marcos Ortiz de Abreu, diretor regional da subsede de Americana, a região do Zanaga é populosa e os serviços oferecidos pelo BB deveriam ser mantidos na área.

“A agência do Zanaga tem uma importância histórica para o sindicato e a cidade. A instalação da agencia foi fruto de uma luta conjunta para que ela fosse instalada em um bairro importante que não tinha nenhum atendimento bancário”, disse.

O diretor do sindicato, Marcos Eduardo de Moraes, afirmou que o movimento grevista e os protestos só devem ter resultado com o apoio popular.

“A paralisação tem o objetivo de acordar a população para o desmonte e precarização do atendimento no Banco do Brasil. Sabemos que nos municípios onde os poderes constituídos e a população se uniram os atuais dirigentes do banco retroagiram. Isso deve e pode acontecer aqui”, afirmou

No dia 11 de janeiro, o Banco do Brasil anunciou um plano de reorganização para “ganhos de eficiência operacional” que prevê o fechamento de 112 agências, sete escritórios e 242 postos de atendimento da instituição em todo o País.

Publicidade