Prefeitura faz terceiro contrato emergencial com a Sancetur

Empresa assumiu emergencialmente o transporte coletivo na cidade no ano passado, substituindo a Viação Princesa Tecelã


Foto: Marcelo Rocha - O Liberal.JPG
O novo contrato foi publicado na edição de ontem do Diário Oficial e é válido por 180 dias

A Prefeitura de Americana publicou ontem uma nova contratação emergencial da Sancetur para operar o transporte público da cidade, válida por até 180 dias. Este é o terceiro contrato firmado com a empresa nessa modalidade, com dispensa de licitação. O novo contrato foi publicado na edição de ontem do Diário Oficial. O anterior tinha validade até sexta-feira.

A prefeitura abriu este mês a licitação do transporte público e o prazo para entrega de propostas é 15 de outubro.

A Sancetur assumiu emergencialmente o transporte coletivo na cidade no ano passado, substituindo a VPT (Viação Princesa Tecelã).

Durante a vigência do segundo contrato emergencial, a prefeitura reajustou, em maio, a tarifa de R$ 4 para R$ 4,40. Contudo, o aumento foi derrubado por decreto pela câmara.

O prefeito Omar Najar (MDB) ingressou então com uma ação na Justiça questionando a decisão dos vereadores, conseguiu uma liminar para manter o preço a R$ 4,40, mas sofreu uma derrota no TJ (Tribunal de Justiça) na semana passada, que determinou que a tarifa volte a R$ 4.

ESCOLAR. A prefeitura suspendeu ontem o edital de licitação para contratar empresa para atuar no transporte escolar municipal.

Na publicação do Diário Oficial, consta que o processo foi suspenso para readequação do edital. A reportagem procurou a prefeitura para levantar mais informações sobre o motivo da suspensão, mas não houve resposta.

O serviço atualmente é prestado também pela Sancetur, com contrato vigente até outubro e custo anual de R$ 10 milhões. MARINA ZANAKI

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora