21 de fevereiro de 2024 Atualizado 18:27

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Estelionato

Mulher perde R$ 214 após cair no ‘golpe da tarefa’ em Americana

Ela se cadastrou em site que oferecia dinheiro para fazer comentários sobre empresas, mas acabou sendo enganada

Por Cristiani Azanha

13 de fevereiro de 2024, às 14h54 • Última atualização em 13 de fevereiro de 2024, às 17h54

Uma mulher de 69 anos, que mora no bairro Werner Plaas, em Americana, perdeu R$ 214 após cair no “golpe da tarefa”. Ela se cadastrou em um site que oferecia dinheiro para fazer comentários sobre empresas. Somente depois de fazer Pix com a “taxa de segurança”, ela percebeu que havia sido enganada. O boletim de ocorrência sobre estelionato foi registrado e a Polícia Civil fará a apuração do caso.

A vítima informou que decidiu se cadastrar em um site que prometia renda extra de R$ 270, bastava que fizesse avaliações sobre empresas para que começasse a ganhar dinheiro. Como ela não passou a receber os pagamentos, descobriu que tinha caído em um golpe.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

A Febraban (Federação Brasileira de Bancos ) alerta sobre o golpe que tem feito várias vítimas, pois os criminosos também têm usado os aplicativos de mensagens e oferecido às vítimas uma oportunidade para ganhar dinheiro rápido e de forma fácil, em troca da realização de tarefas simples na internet, como curtir fotos, fazer comentários e seguir contas de empresas e lojistas nas redes sociais.

De acordo com a entidade, as ofertas começam de R$ 100 e podem chegar até R$ 1.500 por dia.

“Ao aceitar a proposta, o participante é incluído em um grupo de mensagens. No começo, o usuário faz as tarefas e o golpista até deposita dinheiro na conta da vítima para gerar credibilidade, mas sempre em valores baixos. Até o momento quando chega uma tarefa em que é preciso pagar para poder participar. O golpista alega que o participante irá recuperar o dinheiro no mesmo dia. Outras pessoas que estão no grupo mandam comprovantes de pagamentos recebidos após a realização das tarefas e assim induzem a vítima a continuar no esquema. Essas tarefas pré-pagas têm valores mais altos”, orienta a Febraban.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região!

Outra recomendação é desconfiar de promessas de vantagens exageradas. E jamais deposite dinheiro na conta de quem quer que seja com a finalidade de garantir uma oportunidade ou um negócio.

Ainda segundo a federação, no caso de o cliente ter sido vítima de algum crime, ele deve notificar imediatamente seu banco para que medidas adicionais de segurança sejam adotadas, como bloqueio do app e senha de acesso. Quanto mais rápido fizer a comunicação, maior será a possibilidade de recuperação do valor junto a outros bancos. Também deve fazer um boletim de ocorrência.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

Publicidade