23 de junho de 2021 Atualizado 16:56

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

MAUS TRATOS

Homem agride cachorra com tapas em prédio no Cariobinha e é denunciado

Equipes de protetores do deputado Delegado Bruno Lima (PSL) e a ativista Luisa Mell estiveram no prédio

Por Paula Nacasaki

14 Maio 2021 às 09:54 • Última atualização 15 Maio 2021 às 08:22

Agressões a uma cachorra da raça pinscher motivaram ativistas a realizarem buscas e apreensão em um prédio residencial no bairro Cariobinha, em Americana, na tarde desta quinta-feira (13). A violência ocorreu no último dia 9, mas as imagens do circuito interno só foram divulgadas à Polícia Civil nesta semana.

Pelas imagens, é possível ver que o agressor entra no elevador com a pinscher, a levanta pela coleira e desfere diversos tapas. Com a força da ação, a cachorra chega a girar no ar. Um tempo depois, o homem retorna ao elevador com compras e continua a dar tapas na cadela. Depois disso, ele carrega o animal no colo e o acaricia.

https://liberal.com.br/wp-content/uploads/2021/05/WhatsApp-Video-2021-05-14-at-09.11.20.mp4

Equipes de protetores do deputado estadual Delegado Bruno Lima (PSL) e a ativista Luisa Mell estiveram no prédio no Cariobinha. A dona da pinscher relatou que o homem é seu namorado e que não tinha ciência das agressões. A responsável foi levada até a delegacia de Americana e um boletim de maus tratos foi registrado.

Após o registro da ocorrência, a mulher foi liberada e a cachorra, devolvida a dona. Uma ONG acompanhará a situação para prevenir futuros maus tratos.

O agressor é morador de Campinas e não foi localizado para dar depoimento, mas ainda assim será investigado por maus tratos à animais. A pena para este tipo de crime varia de dois a cinco anos de prisão. As investigações continuam por meio de inquérito policial.

Publicidade