12 de maio de 2021 Atualizado 22:55

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Imóveis

Governo federal autoriza doação de casas na Rua Dom Pedro, em Americana

Imóveis são de propriedade da União e faziam parte da extinta Rede Ferroviária Federal SA; nove famílias serão beneficiadas

Por Ana Carolina Leal

28 abr 2021 às 20:07 • Última atualização 29 abr 2021 às 10:14

Casas da Rua Dom Pedro serão cedidas para familiares de ferroviários – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

O governo federal autorizou a Prefeitura de Americana a doar para famílias de baixa renda imóveis da Rua Dom Pedro, entre os números 14 a 86, no Centro. As casas são de propriedade da União e faziam parte da extinta Rede Ferroviária Federal SA. Nove famílias serão beneficiadas.

A decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira. O documento diz que a titulação dos ocupantes deverá ser concluída no prazo de um ano, prorrogável por igual e sucessivo período a critério da União, totalizando ao todo dois anos, contado da data de assinatura do contrato de doação com encargos.

Paulina Diniz Granadi Pires: 40 anos morando no local – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

A notícia foi comemorada pelas famílias. “Moro aqui há 40 anos. Quando mudei, meu filho caçula tinha 40 dias. Desde que mudamos, ouvíamos que sairia a escritura, mas passa uma pessoa, passa outra e no fim não faz é nada. Tomara que agora realmente dê certo”, afirmou Paulina Diniz Granadi Pires, 73 anos, visivelmente emocionada. O marido dela trabalhou por mais de 30 anos na ferrovia. Ele morreu há quatro anos.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

A pensionista Mafalda da Silva de Castro, 68 anos, também ficou contente com a decisão. “É uma notícia ótima. Há anos que lutamos para conseguir isso. Meu marido trabalhou por 42 anos como ferroviário, começou aos 16 anos, foi o primeiro emprego dele. Essa casa tem muitas lembranças”, disse.

Mafalda da Silva de Castro celebra a decisão – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

Ela mora com a filha, uma neta e duas bisnetas no maior imóvel. São quatro quartos, um banheiro, copa, sala e cozinha.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Ex-ferroviário, Geraldo Generoso, de 74 anos, afirmou que só vai comemorar quando estiver com a escritura em mãos.

“Certeza só preto no branco. Tentamos isso por muitos anos e gostaríamos de pelo menos uma decisão para ver o que a gente faz com a casa [refere-se a precariedade do imóvel]. Sem essa decisão, não podemos mexer”.

Geraldo mora em uma das nove casas com a mulher. Ele aposentou na ferrovia após 35 anos de trabalho.

As famílias disseram que foram procuradas por funcionários da prefeitura na última terça-feira para atualização de dados cadastrais, mas não souberam informar o motivo.

O LIBERAL questionou a administração municipal sobre como deve ser conduzida essa doação, mas não obteve retorno até o fechamento desta reportagem.

Publicidade