21 de janeiro de 2021 Atualizado 23:01

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Imposto

Estado corta isenção de IPVA a 2,4 mil donos de veículos PCD em Americana

Mais rígidos, critérios entraram em vigor no dia 1º e afetaram 75% do total de moradores da cidade com direito ao benefício

Por Rodrigo Alonso

05 jan 2021 às 07:46 • Última atualização 05 jan 2021 às 07:54

O governo estadual cortou de 2.397 moradores de Americana o direito à isenção de IPVA destinada para veículos PCD (registrados em nome de pessoas com deficiência). Essas pessoas não se enquadram nos novos critérios para obtenção do benefício, que passaram a vigorar no dia 1º.
Em 31 de dezembro de 2020, 3.186 moradores eram isentos.

Desse total, 75% precisarão pagar o imposto a partir deste ano. Isso implicará em aumento de R$ 4,9 milhões na arrecadação fiscal de 2021. Os números foram informados pela Sefaz (Secretaria Estadual da Fazenda e Planejamento) ao LIBERAL.

Segundo o governo, as pessoas com deficiência severa ou profunda, cujo veículo necessite de adaptação, continuam beneficiadas. Isso também vale para os autistas e as pessoas com deficiência física, visual e mental, severa ou profunda, não-condutoras.

Essa restrição, de acordo com o Estado, visa “garantir o direito a quem realmente precisa e combater fraudes”.

Quem não se enquadra nos novos critérios teve benefício cancelado – Foto: Imagem de Gino Crescoli por Pixabay

Para aplicar as novas regras, a Sefaz informou, em dezembro, que faria o recadastramento automático dos veículos de propriedade de pessoas para as quais tenha sido concedida a isenção antes do último dia 1º. Esse procedimento seria feito com base nas informações do banco de dados da Fazenda e do Detran.SP.

Os proprietários seriam informados a conferir sua situação por meio de e-mail e mensagem de texto. Aqueles que não se enquadram nos novos critérios tiveram o benefício cessado e deverão recolher o IPVA 2021 normalmente, conforme o calendário de pagamento do imposto – o pagamento vence a partir desta quinta-feira. Cabe recurso.

Agora, os beneficiados também precisam fixar no veículo um adesivo indicativo da isenção, que pode ser imprimido no site da Sefaz.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Para Marcelo Tinelli, proprietário da Tinelli Isenções, de Americana, a isenção do IPVA era um atrativo para pessoas que se enquadravam nos critérios antigos e queriam comprar um carro novo. Dessa forma, ele avalia que, com essas novas restrições, o comércio de automóveis novos pode ser afetado.

De acordo com Tinelli, essas alterações incomodaram clientes, que passaram a entrar em contato com a empresa para tirar dúvidas. “Só hoje [segunda-feira], a gente atendeu uns 30 que estão ligando, que estão bravos”, completou sobre o assunto ontem.

Publicidade