25 de junho de 2024 Atualizado 17:28

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Retomada

Escolas particulares de Americana são autorizadas a oferecer aulas de reforço

A prefeitura ressaltou que as aulas regulares seguem tendo como prazo 3 de novembro.

Por Marina Zanaki

10 de outubro de 2020, às 14h53 • Última atualização em 10 de outubro de 2020, às 15h00

A Prefeitura de Americana autorizou que escolas privadas passem a oferecer atividades presenciais de aulas de reforço antes de novembro. Na publicação do Diário Oficial deste sábado (10), o Comitê de Gestão de Crise Covid-19 autorizou a adesão a aulas de reforço desde que os protocolos de segurança sejam aprovados pela Secretaria de Educação e pela Vigilância em Saúde.

Em setembro, a prefeitura havia autorizado o retorno de qualquer atividade presencial em escolas privadas somente a partir de 3 de novembro. A prefeitura também condicionava o retorno à aprovação mínima de 35% dos pais ou responsáveis. A publicação deste sábado que autoriza as aulas de reforça fala apenas na apresentação do protocolo sanitário, e não exige percentual mínimo de adesão.

A Prefeitura de Americana ressaltou que apenas aulas de reforço estão autorizadas, e que aulas regulares seguem tendo como prazo 3 de novembro.

As regras para retorno das atividades escolares em Americana estão mais rígidas do que o Plano São Paulo. Os municípios têm autonomia para aderir às regras do Estado de forma total ou parcial. As prefeituras apenas não podem apresentar regras menos rígidas do que o previsto pelo governo do Estado.

A rede estadual está autorizada a retornar as aulas presenciais desde 7 de outubro, com prioridade para ensino médio e de jovens e adultos. O ensino fundamental da rede estadual está autorizado a retornar a partir de 3 de novembro.

Publicidade