28 de junho de 2022 Atualizado 14:46

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Americana

Com setor pós-operatório entregue, cirurgias eletivas voltam na 5ª feira

Procedimentos têm demanda represada desde 2017 e fila de pelo menos 1,7 mil pessoas em Americana; mutirões são agendados

Por Rodrigo Alonso

17 de maio de 2022, às 07h42

Prefeito Chico Sardelli (PV) na inauguração da ala pós-operatória, nesta segunda, no HM - Foto: Marília Pierre - Prefeitura de Americana

Com demanda represada desde 2017, as cirurgias eletivas serão retomadas pela Prefeitura de Americana nesta quinta-feira. Os pacientes, após os procedimentos, ficarão na nova ala pós-operatória do Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi, inaugurada ontem.

Atualmente, existem pelo menos 1,7 mil pessoas na fila por cirurgia eletiva, segundo o secretário de Saúde, Danilo Carvalho Oliveira.

Ele afirmou que, entre esta quinta e sexta, a rede municipal vai realizar sete cirurgias oncológicas de mama. No sábado haverá dez procedimentos de laqueadura.

Danilo informou que há mutirões programados para os próximos quatro fins de semana, com dez cirurgias em cada ação. Ainda de acordo com o secretário, a ideia é fazer, no mínimo, 50 procedimentos por mês, com a possibilidade de ampliação.

Já disponível, o setor pós-operatório fica na ala 1 do HM e possui 13 leitos, além de um posto de enfermagem.

A obra custou R$ 113 mil, recurso oriundo de uma emenda parlamentar do deputado federal Vanderlei Macris (PSDB), que compareceu à inauguração. O prefeito Chico Sardelli (PV) e o vice Odir Demarchi (PL) também marcaram presença, entre outras autoridades.

“Quando o dr. Danilo assumiu, nós demos as diretrizes daquilo que queríamos, e uma delas era a questão das cirurgias eletivas, a nossa prioridade”, afirmou o chefe do Executivo.

OS. Segundo Danilo, quando abrir o chamamento público para a contratação da OS (Organização Social) que deverá gerenciar o HM, a Secretaria de Saúde vai estipular, no edital, uma meta de cirurgias eletivas que deverão ser feitas.

“E se eles não fizerem, se não cumprirem a meta, vão ser penalizados financeiramente”, comentou. Hoje, a especialidade com maior demanda é a pediatria.

A contratação da OS, no entanto, ainda depende de um crédito adicional de R$ 33,8 milhões em debate na câmara. A verba foi aprovada pelo Legislativo em 1ª discussão, na semana passada, e passará por outra votação nesta quinta.

Nova ala pós-operatória do Hospital Municipal; obra custou R$ 113 mil – Foto: Marília Pierre – Prefeitura de Americana

GOVERNADOR. De acordo com Macris, o governador em exercício, Rodrigo Garcia (PSDB), pretende participar da inauguração da Unacon (Unidade de Alta Complexidade em Oncologia), em Americana. Contudo, a cerimônia, e a conclusão, ainda não têm data. A expectativa é que a unidade fique pronta até o próximo mês. A previsão inicial era abril desse ano.

“Nós estamos bem articulados para que ele [Garcia] possa comparecer. Ele já deu sinais positivos de que pretende. Nós vamos, provavelmente, dar essa confirmação nos próximos dias”, declarou o deputado, aliado político de Garcia.

Publicidade