29 de junho de 2022 Atualizado 21:50

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

ESTREIA

Nova temporada do ‘Masterchef Brasil’ estreia nesta terça

Em sua nona temporada, as gravações do “Masterchef” ocupam os históricos Estúdios Vera Cruz, em São Paulo

Por CAROLINE BORGES - TV PRESS

17 de maio de 2022, às 10h55

Os jurados Henrique Fogaça, Helena Rizzo, Erick Jacquin e a apresentadora Ana Paula Padrão. Os jurados Henrique Fogaça, Helena Rizzo, Erick Jacquin e a apresentadora Ana Paula Padrão - Foto: DIVULGAÇÃO - BAND

Há quase 10 anos no ar, o “Masterchef Brasil” tornou-se a “menina dos olhos” da programação da Band. Mesmo sem os expressivos índices de audiência dos áureos tempos, o “talent show” de gastronomia ainda alcança números positivos de faturamento e “merchandising”. A nova temporada da produção, que estreia terça, dia 17, ganhará, inclusive, ares cinematográficos para valorizar o produto do horário nobre.

O programa ganha como nova locação os Estúdios Vera Cruz, em São Bernardo do Campo, em São Paulo. Inaugurado em 1949, o espaço histórico de 7200 m² influenciou a indústria cinematográfica no país, sendo palco de 22 produções. “Quando cheguei aqui, falei: ‘Tenho 35 anos de tevê e nunca gravei em um lugar tão grande’. E alguém me respondeu: ‘É porque não existe! É o maior estúdio da América Latina’”, surpreende-se a apresentadora Ana Paula Padrão.

Com 17 episódios, a produção mostrará a jornada de 16 cozinheiros amadores em busca do prêmio de R$ 300 mil. A temporada reunirá todos os elementos já consagrados do programa: caixas misteriosas desafiadoras, ingredientes exóticos, receitas que qualquer pessoa acha que sabe fazer e aquelas que todos têm certeza de que não conseguem reproduzir.

“Para brigar pelo grande prêmio deste ano, teremos os mais intensos e aguerridos competidores que já passaram por aqui. Eles foram escolhidos entre milhares de candidatos e sabem cozinhar bem. Mas, além de serem bons com as panelas, são extremamente competitivos. Esta temporada promete ser da disputa e não da amizade”, aponta a diretora Marisa Mestiço.

As provas já consagradas, como o “Leilão MasterChef” e o “Desafio do Muro”, onde cada dupla deverá preparar versões idênticas sem ver o que o outro está fazendo, também seguirão no formato. Além disso, “chefs” nacionais e internacionais participarão da disputa ao longo dos episódios. “Sou muito verdadeiro nas minhas avaliações, então o público pode esperar o mesmo Fogaça, mas com a régua um pouquinho mais alta, já que a cada ano que passa precisamos evoluir e cobrar um pouco mais. É muito importante que o vencedor faça por merecer”, explica Henrique Fogaça, que integra o time de jurados ao lado de Érick Jacquin e Helena Rizzo.

Com a melhora dos índices de Covid-19, o “Masterchef” também retorna com as grandiosas provas externas. Os participantes serão desafiados além da controlada cozinha dos estúdios. As receitas de confeitaria e as mais diversas temáticas vão testar os conhecimentos de cada um, desde um bolovo com a gema mole até um bolo de rolo com diversas camadas. “Não sou uma pessoa que dá bronca. Não gosto desse tom e as minhas cozinhas não funcionam assim. Se for para fazer uma crítica, é melhor tentar construir alguma coisa a partir disso. Claro que depende muito das pessoas também. Toda ação tem uma reação e vice-versa, mas acho que empatia é fundamental”, explica Helena, que está em seu segundo ano na produção gastronômica.

Publicidade