01 de dezembro de 2020 Atualizado 22:15

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Revista Saúde

Sete dicas para não errar na postura

Os movimentos corretos da coluna devem ser respeitados no dia a dia para evitar desconfortos, dores e problemas futuros

Por *Natália Velosa

19 nov 2020 às 08:48

A dor nas costas é um sintoma muito comum entre as pessoas e é a reclamação mais ouvida nas consultas com reumatologistas, de acordo com a SBR (Sociedade Brasileira de Reumatologia). As causas são inúmeras, mas entre as mais recorrentes estão a má postura e as lesões musculares.

O reumatologista Humberto Sales explica que a coluna vertebral possui movimentos que permitem a mobilidade e o deslocamento. Entretanto, desobedecer esses movimentos pode provocar desconfortos e danos.

“Nossa coluna possui uma curvatura natural. Se ela fosse reta, cada vértebra teria que ser do mesmo diâmetro de um joelho. Se isso acontecesse, teríamos muito peso para carregar, porque nossa vértebra é de cinco a quatro vezes menor que o diâmetro de um joelho. Com a nossa curvatura, carregamos um peso de 20 a 30 por cento menor e garantimos maior flexibilidade”, explicou Humberto.

Além de evitar possíveis dores e desconfortos, o reumatologista explica que executar os movimentos de maneira correta, sempre respeitando a coluna, é importante para evitar problemas futuros, como a hérnia de disco. O disco é uma estrutura que se localiza entre as vértebras, mas que quando movimentado de forma errada, pode comprimí-la e até mesmo estourá-la. 

Dicas para postura e movimentação correta

  1. Para se sentar adequadamente, a cadeira precisa ter encosto reto, de forma a apoiar a região média da coluna, com abertura para as nádegas. As coxas devem estar apoiadas suavemente em todo o assento com os joelhos em 90º e os pés apoiados no chão. Não use cadeiras reclináveis;
  2. Caso esteja no trabalho, em frente a uma mesa ou digitando no computador, permaneça com as pernas debaixo da mesa; coloque o computador a uma altura adequada e fique com os braços junto ao corpo. Utilize um suporte para que o texto fique na altura dos olhos e em frente. Como a altura da mesa nem sempre é adequada, deve-se elevar o que está se fazendo de modo a não curvar muito a região cervical e a dorsal. Estando sentado, nunca gire para pegar um objeto às costas. E atenção: não apoie o telefone entre a orelha e o ombro, pois isto força a coluna cervical.
  3. Para assistir TV na cama ou sofá, mantenha sempre a cabeça apoiada. Não deite de lado, com a cabeça apoiada no braço do sofá. Não sente no chão, pois não há altura para as pernas;
  4. Para dirigir, use os espelhos retrovisores para não torcer o pescoço. Regule o banco de modo a acomodar a coluna o mais próximo da posição vertical; a distância dos pedais não deve ser muito grande, para que você não precise se esticar, o que também afeta a postura;
  5. Para levantar da cama ao acordar, procure levantar calmamente, para não agredir a coluna. Sem levantar a cabeça, fique deitado de lado, dobre as pernas e impulsione o corpo com a mão, ao mesmo tempo em que coloca as pernas para fora da cama;
  6. Para caminhar, olhe para a frente, mantendo o abdômen contraído. O tipo de sapato ideal para o dia a dia deve ser fechado atrás para dar estabilidade às passadas, ter o salto de base larga e leve, com altura de no máximo 4 centímetros, e, de preferência, com amortecimento;
  7. Para levantar pesos em pé, abaixe-se e flexione os joelhos sem curvar a coluna. Se o objeto for volumoso e pesado, carregue-o junto ao tronco. Se possível, coloque o objeto em um carrinho e empurre-o ao invés de carregá-lo.

Fonte: Ministério da Saúde

*Estagiária sob supervisão de Valéria Barreira

Publicidade