Ibuprofeno não é indicado para quem está com sintomas

Pesquisa realizada pela revista britânica ‘The Lancet’, alertou para a possibilidade da substância piorar os sintomas do novo coronavírus


Uma pesquisa realizada pela revista britânica “The Lancet”, referência na área de medicina, alertou para a possibilidade de que ibuprofeno piore os sintomas de quem foi diagnosticado com coronavírus, ou até mesmo facilite o contágio do vírus.

A consultora da Sociedade Brasileira de Infectologia, Raquel Sutcchi, disse em entrevista ao Liberal No Ar, transmitido pelas rádios FM Gold (94,7) e VOCÊ (AM 580), que a pesquisa pode revelar contradições, mas “pelo sim ou pelo não”, a orientação é evitar o uso. Ouça a entrevista:

O ibuprofeno é um anti-inflamatório usado para alívio temporário de febre, gripes, lombalgia, cefaleia, resfriados e dores musculares. Ele pode ser encontrado em alguns remédios populares, como o alivium, advil, buscofem e doraliv. A princípio, ele seria uma das substâncias usadas inicialmente para tratar o coronavírus.

Saiba tudo sobre o coronavírus, o que ele provoca e como se prevenir

Raquel explica que normalmente infectologistas não recomendam anti-inflamatórios em geral, já que ter uma inflamação é um mecanismo de defesa para uma infecção, seja por vírus ou por bactérias. “Para mal-estar e febre, dê sempre preferência para paracetamol e dipirona, e sempre ingerir muito liquido”, recomenda a infectologista.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora