29 de junho de 2022 Atualizado 12:02

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Fique em Casa

Passeios ao ar livre, mas feitos em casa

Lista traz lugares com vistas deslumbrantes que podem ser feitos em casa, para alimentar a vontade de conhecer novos lugares, durante a quarentena

Por Da Redação

28 de abril de 2020, às 18h40

O Skyscanner, líder global de viagens, separou os melhores passeios ao ar livre, que podem ser feitos de casa, para quem não resiste a uma paisagem exuberante. São 8 destinos ideais para os viajantes que amam pegar uma mochila e desbravar o mundo. Só que, dessa vez, a experiência será por meio de transmissões ao vivo da vida selvagem, que prometem transportar o viajante para o topo de montanhas a buracos azuis profundos, sem sair da sala de estar.

Machu Picchu – Foto: Divulgação

Machu Picchu, Peru
https://www.youvisit.com/tour/machupicchu?pl=f

Esta antiga cidadela inca no alto da Cordilheira dos Andes está na lista de lugares para visitar de muitos viajantes. Por enquanto, que tal ter acesso a essa maravilha do mundo em alta definição e com seu próprio guia de áudio? Observe as estruturas antigas via webcam, com várias perspectivas em 360 graus e aprenda mais sobre sua fascinante história.

Trilha Sol Duc Falls, EUA
https://www.youtube.com/watch?v=q1m27R0tAKM&list=PLbWPytS1GWJKR7K-l8WRXtdhksrGzGz0m

Caminhar contemplativamente pela floresta, ou praticar Shinrin-yoku, como a prática é conhecida no Japão, comprovadamente reduz o estresse, melhora a felicidade e inspira criatividade. Já que explorar o mundo real está fora de cogitação, este vídeo de quatro horas de caminhada é a melhor opção disponível.
Sente-se e aproveite o lento e meditativo passeio pela Trilha Sol Duc Falls no Parque Nacional Olympic. O canal 4K Relaxation tem 59 trilhas disponíveis, incluindo Cedar Butte, Kaena Point e Sunset Beach.

Trondheim a Bodø – Foto: Divulgação

Trondheim a Bodø, Noruega
https://www.youtube.com/watch?v=3rDjPLvOShM

A Linha Nordland no Ártico está longe de ser uma viagem de trem normal. Ela não só é a linha ferroviária mais longa da Noruega, e tampouco a mais bonita. A jornada épica de 10 horas começa na cidade universitária de Trondheim, terminando a 729 quilômetros ao norte, no Círculo Polar Ártico da Noruega.

Este vídeo, em tempo real, leva o viajante ao longo da Linha Nordland, da Estação Trondheim até a cidade costeira de Bodø, no Ártico. Além de ser o ponto máximo ao norte que é possível viajar de trem, também é a única linha ferroviária do mundo a atravessar o Círculo Polar Ártico.

Robson Bight – Foto: Divulgação

Robson Bight, Canadá
https://www.youtube.com/watch?v=FOODAALcvHY&list=PLkAmZAcQ2jdpswAN8epH9GHNTrzG76Mjd&index=14

A natureza está florescendo enquanto os humanos estão em quarentena. Já houve avistamentos de golfinhos selvagens nos portos da Sicília, javalis em Barcelona, veados Sika em Nara, no Japão, e até elefantes patrulhando as ruas de Kerala. Este canal do YouTube possibilita que os curiosos vejam ao vivo a vida selvagem.

Montanhas Great Smoky – Foto:

Parques Nacionais, EUA
https://www.nps.gov/subjects/air/webcams.htm

O Serviço Nacional de Parques (NPS) instalou centenas de câmeras nos parques nacionais dos Estados Unidos. Essas webcams ajudam o NPS a rastrear a qualidade do ar nessas que são algumas das terras mais protegidas do país.

Mas elas também são uma ótima forma de desfrutar paisagens deslumbrantes da costa leste à oeste, que incluem Yosemite, Joshua Tree, as Montanhas Great Smoky, e muito mais. Isso sem falar das câmeras dos ursos e do ninho das águias americanas, que são uma excelente maneira de passar alguns momentos com os moradores mais famosos dos parques.

Lago Lowes – Foto: Divulgação

Lago Lowes, Escócia
https://scottishwildlifetrust.org.uk/things-to-do/watch-wildlife-online/

Esta reserva da vida selvagem perto de Dunkeld, em Perth, é o lar de milhares de espécies de animais selvagens. E a mais popular delas, sem dúvida, é a família de águias-pesqueiras que vive no alto das copas das árvores com vista para o lago. Alguma alma corajosa instalou uma câmera lá no topo para observar os pássaros em seu habitat natural.

É possível vê-los cuidando do ninho ou trazendo peixes frescos para os filhotes. Dá também simplesmente para deixar o vídeo rodar e desfrutar os sons suaves da vida selvagem escocesa em segundo plano.

Condado de Laikipia, Quênia
https://explore.org/livecams/african-wildlife/african-river-wildlife-camera

O site Explore, especializado em animais selvagens africanos, possui 12 câmeras espalhadas por savanas, pisos de florestas e poços de água em todo o continente, incluindo países como Quênia, África do Sul e República Democrática do Congo. É possível alternar entre as câmeras para observar gorilas, girafas, hipopótamos e elefantes vivendo o seu dia a dia.

O Explore possui várias câmeras em todo o condado de Laikipia, que transmitem de macacos selvagens explorando seus reinos no topo das árvores, a búfalos pastando perto de um poço de água, entre outras cenas incríveis.

Floresta de Algas das Ilhas do Canal, EUA
https://explore.org/livecams/channel-islands-national-park/channel-islands-national-park-anacapa-ocean

Já passamos pelos cumes das montanhas peruanas e savanas africanas aos fiordes escandinavos e trilhas florestais da América do Norte. Agora é hora de explorar embaixo d’água com esta câmera ao vivo em Landing Cove, em Anacapa, uma das cinco ilhas do Parque Nacional das Ilhas do Canal. Trata-se de uma área de extrema importância biológica. É possível ver a vida selvagem subaquática atravessar a floresta de algas cor de âmbar e, quem sabe, ter a sorte de avistar um leão-marinho nadando entre os peixes.

Publicidade