13 de agosto de 2022 Atualizado 22:03

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Esportividade raiz

R8 projeta tudo o que representa a divisão de preparação Audi Sport

Modelo provavelmente será o último do gênero na marca alemã com combustão interna

Por Jonathan Miranda / Autopress

16 de julho de 2022, às 16h32 • Última atualização em 16 de julho de 2022, às 16h33

Desde que o R8 foi apresentado ao mundo como conceito durante o Salão de Genebra, em 2003, até hoje, a expectativa é que a Audi fosse criar versões radicais do superesportivo. Mas foram necessários 15 anos para que uma configuração clássica, motor dianteiro e tração traseira, finalmente chegasse. E a espera valeu a pena. O R8 é um modelo que ajudou a marca alemã a traçar um novo caminho para seus veículos de produção.

Audi R8 Coupé V10 – Foto: Divulgação

O superesportivo desenvolvido pela Audi Sport se baseou inicialmente no Lamborghini Gallardo, mas tem o nome e diversas soluções tiradas do R8 Le Mans Prototype. Contudo, para chegar ao topo na concepção de esportivo aos mais puristas, sempre faltou a tração traseira.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Finalmente, nesta segunda geração, baseada novamente em um Lamborghini, o Huracán, a Audi Sport criou o Audi R8 V10 Performance RWD, um carro esportivo nato que faz das pistas seu habitat natural – no caso, o Autódromo Hermanos Rodriguez.

Audi R8 Coupé V10 – Foto: Divulgação

A rigor, qualquer tentativa de explorar a esportividade do modelo em outro ambiente beira a insanidade. O comportamento e a capacidade dessa versão está muito além do que se pode deduzir da ficha técnica. Mesmo que ela já diga bastante: são 570 cv, 56,1 kgfm, 1.665 kg, zero a 100 km/h em 3,7 segundos e máxima de 329 km/h.

Séries, filmes, games, quadrinhos: conheça o Estúdio 52.

DESENHO
Visualmente, o R8 projeta tudo o que representa a divisão de preparação Audi Sport: design requintado e acabamentos com a mais alta qualidade disponível, acompanhado de um pacote de customização que termina onde a carteira permite. Essa é outra de suas virtudes.

Audi R8 Coupé V10 – Foto: Divulgação

Sem tanta alegoria esportiva no lado de fora ou supersaturação de componentes na cabine, o bólido continua sendo um belo carro esportivo alemão que prioriza o que mais importa, que é o desempenho.

O R8 vive seus melhores anos, mas provavelmente será o último do gênero na marca com combustão interna. Na Europa, o superesportivo tem preço de 149 mil euros (em torno de R$ 960 mil).

Publicidade