07 de julho de 2022 Atualizado 12:39

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Sedã

Honda Civic chega maior e melhor em sua 11ª geração, a última produzida no Brasil

Nova versão do sedã da montadora japonesa apresenta design sóbrio, mas ganha em tecnologia e potência

Por Alexander Konstantonis / Auto Press

14 de agosto de 2021, às 10h37 • Última atualização em 14 de agosto de 2021, às 10h39

Em 1972, há meio século, a Honda apresentou seu pequeno veículo e o chamou de Civic. Tratava-se de um hatch de orientação puramente urbana. Com o tempo, outras versões apareceram e, pelo menos no Brasil, ele se consolidou como um sedã e foi o primeiro modelo da marca produzido por aqui, ainda na 5ª geração.

Exatamente esta 11ª geração que agora se apresenta vai marcar o encerramento da produção do sedã no Brasil. As linhas desse novo carro recolhem um pouco a ousadia explicitada na versão antecessora, que ainda é vendida por aqui.

Uma única característica parece unir as duas, que é o caimento anguloso. No mais, o Civic é completamente novo em linhas, formas e dimensões, só que muito mais sóbrio.

Novo Honda Civic – Foto: Divulgação

O novo Civic é o maior, mais longo e mais largo que foi fabricado até agora. Ele tem 4,67 metros de comprimento, 1,42 m de altura, 1,84 m de largura e 2,74 m entre os eixos.

Na versão avaliada, a topo de linha Touring, o modelo é animado pelo mesmo motor 1.5 turbo, que foi reprogramado e agora rende 178 cv a 6 mil giros e 24 kgfm entre 1.700 e 4.500 (na versão brasileira atual, são 173 cv e 22,4 kgfm), para um peso em ordem de marcha de 1.379 kg.

Novo Honda Civic – Foto: Divulgação

O câmbio é um CVT com sete marchas simuladas. Já a suspensão manteve a configuração clássica do modelo, com McPherson na frente e multilink atrás.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Por dentro, o Civic sofreu uma renovação profunda. O estofamento em couro tem um toque de muito boa qualidade e um detalhe que chama a atenção: uma guarnição no console frontal com uma tela em favo que camufla as aberturas do sistema de ar-condicionado.

Novo Honda Civic – Foto: Divulgação

No interior, outra melhoria evidente é o cluster de instrumentos, completamente virtual, que exibe todas as informações em uma tela de 10,2 polegadas. A tela da central multimídia tem 9 polegadas e é operada por toque, por voz ou através do volante multifuncional. O sistema é compatível com as plataformas Apple CarPlay e Android Auto e é capaz de fazer o espelhamento sem uso de cabo.

Novo Honda Civic – Foto: Divulgação

O pacote de segurança nesta versão topo de linha é bem completo. Ela vem com o sistema Honda Sensing, que consiste em alertas e assistentes para colisão iminente, com frenagem autônoma, monitoramento de faixa de rolagem com torque indutivo no volante, controle de cruzeiro adaptativo, farol alto automático, além de oito airbags, sensor de ponto cego, câmera no retrovisor direito, que exibe a imagem da faixa tela central quando a seta é acionada.

Publicidade