04 de junho de 2020 Atualizado 22:56

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Bem-Estar

Saiba como deixar o lar seguro para as crianças

Cuidados especiais devem ser tomados pelos pais para evitar acidentes em casa

Por Danilo Reenlsober

07 Maio 2020 às 08:12

Quem tem filho pequeno em casa sabe que a segurança deles está sempre em primeiro lugar. Nesse período de quarentena e isolamento social devido ao novo coronavírus (Covid-19), as crianças têm passado mais tempo em casa – o que pode ser perigoso e requer atenção redobrada dos pais.

Janelas e tomadas, por exemplo, já são vilões conhecidos, mas outros se escondem nos cômodos da casa. Com algumas dicas, no entanto, é fácil deixar o lar mais seguro aos pequenos nesse momento tão complicado.

Perigo à vista: durante o isolamento é preciso redobrar a atenção para garantir a segurança das crianças em todos os ambientes da casa – Foto: Adobe Stock

O primeiro passo é fechar janelas e sacadas com telas. Para as versões basculantes, a dica é utilizar uma correntinha para limitar a abertura. Tomadas também pedem atenção dos pais, que por sua vez devem tampar todas as saídas que estejam no alcance das crianças usando protetores próprios.

Outra dica valiosa, de acordo com a design de interiores Mariana Rodrigues, é evitar móveis pontiagudos e peças de vidro pela casa (como espelhos, aparadores, tampos de mesa, entre outros). “Nesse momento, se houver como zelar ou tirar do caminho, gosto de dizer para meus clientes que se trata de uma medida protetiva muito valiosa”, explica.

Prezando pela circulação mais livre possível, esse é um bom momento para tirar de cena móveis como mesas de centro e laterais. Na decoração da casa, evite objetos pequenos ou com partes soltas que podem acabar na boca das crianças. Itens quebráveis e frágeis, como vidro e cristal, não devem estar ao alcance das crianças, pois podem quebrar com facilidade e provocar sérios acidentes.

Cozinha e limpeza. Na área da cozinha e da lavanderia, todo cuidado é pouco para evitar que objetos cortantes ou químicos estejam ao alcance dos pequenos. Produtos de limpeza devem ser reposicionados no alto. Na cozinha, facas também precisam ser guardadas em locais mais altos, assim como potes e travessas quebráveis. “Quando a comida estiver no fogo, não esqueça de colocar os cabos das panelas para dentro do fogão”, lembrou a arquiteta Karina Korn.

Cuidados no banheiro. Apesar de parecer difícil de ocorrer, casos de afogamento podem ser registrados no banheiro. A bacia sanitária, local onde as crianças podem subir e colocar a cabeça na parte interna, deve estar com a tampa sempre fechada. “Infelizmente, casos de afogamento podem acontecer com um volume de 2,5 cm de água”, revela Karina. Remédios, vitaminas e antissépticos devem ficar fora do alcance das crianças, pois oferecem o risco de intoxicação.