26 de novembro de 2020 Atualizado 22:34

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Bem-Estar

Cuidados necessários com a esponja para evitar as bactérias

Úmida e cheia de restos de alimentos, a esponja de lavar louça oferece tudo o que as bactérias precisam para sobreviver

Por Agência Estado

16 out 2020 às 09:10 • Última atualização 16 out 2020 às 14:22

Com que frequência você troca a esponja de lavar louça? Toda semana? Quando ela já está bem comprometida? Pois saiba que esses objetos são os alvos preferidos de centenas de bactérias, que oferecem riscos à saúde da sua família.

Pesquisas mostram que um único pedaço de esponja de cozinha pode conter até 10 mil tipos diferentes de bactérias. Por conta disso, as pessoas não devem lavar somente a louça, mas os equipamentos que higienizam os pratos, talheres e copos.

Aliás, a esponja não é a única vilã da pia. Utensílios como tábua, panos e detergentes também acumulam bactérias e devem ser lavados e guardados corretamente.

Orientação

Úmida e cheia de restos de alimentos, a esponja de lavar louça oferece tudo o que as bactérias precisam para sobreviver. Por isso, ela não deve ser deixada sobre a pia. O certo é guardá-la em local limpo e seco, bem longe da umidade.

Se possível, tenha sempre três esponjas, uma para vidros, como copos e pratos, outra para panelas e peças de metal, como talheres, e mais uma para ensaboar a superfície da pedra e da cuba da pia.

Após o uso, lembre-se de lavar a esponja com água e sabão neutro. Essa prática é necessária para remover os restos de alimentos e gorduras. Por fim, remova o excesso de água.

A cada três ou quatro dias, após a lavagem, coloque a esponja em um litro de água fervente por dez minutos. Na sequência, remova o líquido, espere esfriar e guarde o objeto.

Publicidade