Jogadores do Arsenal entram em quarentena e jogo com Manchester City é adiado


O duelo entre Arsenal e Manchester City, remarcado para esta quarta-feira, também foi atingido pelo coronavírus. A decisão foi anunciada pela organização do Campeonato Inglês na noite desta terça, pelo horário de Brasília, em razão de uma quarentena que afetará todos os jogadores do Arsenal, incluindo os atletas brasileiros David Luiz, Gabriel Martinelli e o dirigente Edu Gaspar.

A direção do clube de Londres decidiu colocar a equipe em quarentena por precaução porque membros do time tiveram contato recente com Evangelos Marinakis, presidente e proprietário do Olympiakos. O dirigente grego revelou nesta terça que contraiu o COVID-19.

Marinakis teve contato próximo com jogadores e membros da comissão técnica do Arsenal por ocasião do jogo entre o time inglês e o Olympiakos, pelo mata-mata da Liga Europa, no dia 27 de fevereiro, em solo inglês.

“O conselho médico que recebemos é que o risco de nossos jogadores desenvolverem o vírus é extremamente baixo. Entretanto, estamos seguindo estritamente as orientações do governo para pessoas que tiveram contato com infectados pelo vírus. Por isso, ficaremos isolados pelo período de 14 dias, a contar do último contato que tivemos.”

Como este contato com o dirigente grego aconteceu no dia 27 do mês passado, o período de quarentena se encerrará já nesta quinta, um dia depois do jogo agendado contra o City. “Por consequência, os jogadores não estarão disponíveis para o jogo desta noite, contra o Manchester City.” O clube londrino não revelou se algum jogador apresenta sintomas.

O jogo já estava adiado, referente à 28ª rodada. Como a nova mudança de data, ainda não definida, o Campeonato Inglês não deve ser decidido nos próximos dias, como havia a possibilidade. Isso porque o Liverpool ostenta 82 pontos, contra 57 do City, e poderia selar o troféu no fim de semana, a depender de uma combinação de resultados.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora