Cuca diz que queda na Copa do Brasil ainda pesa

Técnico acredita que o empate por 1 a 1 do São Paulo com o Cruzeiro muito se deu em razão ainda da eliminação na Copa do Brasil


O técnico Cuca acredita que o empate por 1 a 1 do São Paulo com o Cruzeiro muito se deu em razão ainda da eliminação do time paulista na Copa do Brasil. O treinador acredita que alguns jogadores não conseguiram absorver a derrota para o Bahia, mas espera que a paralisação do Brasileirão durante a Copa América faça com que a equipe volte diferente.

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net
Técnico Cuca lamentou empate em casa e espera evolução do São Paulo

“Hoje era um dos jogos mais perigosos, porque há um descontentamento muito grande pela eliminação e os torcedores vêm para cobrar. Quero até agradecer os que entenderam a fase ruim e incentivaram. A outra parte cobra e o pessoal sente mesmo. É um sentimento natural e sempre fica uma sequela”, disse o treinador, durante entrevista coletiva no vestiário do Pacaembu.

“Agora temos dois jogos fora de casa (Avaí e Atlético-MG) para fechar a primeira etapa. Se conseguirmos duas vitórias, serão 18 pontos, que é a nossa meta. São jogos difíceis, mas podemos sair com duas vitórias”, completou o treinador.

Em relação ao que aconteceu na partida, Cuca acredita que o time vem de uma queda técnica e que isso pode ser resolvido na paralisação do Brasileirão para a disputa da Copa América. “A pauta vai ajudar bastante para nivelarmos geral em todos os sentidos. Não podemos colocar a culpa em desequilíbrio físico. Houve também uma queda técnica”, comentou.

Com 12 pontos no Campeonato Brasileiro, o São Paulo volta a campo no próximo sábado, para enfrentar o Avaí, em Florianópolis, Santa Catarina. Para essa partida, Cuca não poderá contar com o lateral-direito Igor Vinicius, expulso diante do Cruzeiro.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora