19 de abril de 2021 Atualizado 12:44

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

EXPERIÊNCIA

Trio emprestado pelo Tigre comemora oportunidades nas séries A2 e A3

Felipe Ramos e Leandro Guizi, que estão no Batatais, e Rodrigo Guimarães, cedido ao Velo, tiveram chances antes da paralisação

Por Rodrigo Alonso

29 mar 2021 às 19:13 • Última atualização 29 mar 2021 às 22:37

Três jogadores emprestados pelo Rio Branco estavam sendo aproveitados por suas equipes nas séries A2 e A3 do Campeonato Paulista antes da paralisação do futebol no Estado.

Em entrevista ao LIBERAL, o goleiro Felipe Ramos e o lateral-esquerdo Leandro Guizi, que estão no Batatais, e o atacante Rodrigo Guimarães, cedido ao Velo Clube, comemoraram as oportunidades e falaram sobre este momento de indefinição quanto ao calendário.

Leandro Guizi atuou como titular nas duas últimas partidas – Foto: Assessoria de Imprensa / CA Linense

Felipe e Leandro apareceram, inclusive, entre os titulares do Batatais, que está em 12º lugar na Série A3. O goleiro jogou nas duas primeiras rodadas e só ficou fora da terceira – a última antes da suspensão do torneio – porque pegou Covid-19.

Esse último jogo foi contra o Linense, em Lins, no último dia 14, e terminou empatado em 1 a 1. Felipe disse ter sentido os sintomas no aquecimento. Com febre, dor de cabeça e falta de ar, ele já se isolou no vestiário e sequer entrou na relação de atletas para a partida.

O goleiro se recuperou em sua casa e retornará ao clube nesta terça. “Fiquei bem debilitado nos cinco primeiros dias, mas depois eu me recuperei bem”, contou.

Com Felipe, o Batatais tomou nenhum gol: ficou no 0 a 0 com o Desportivo Brasil, em Porto Feliz, e com o Primavera, dentro de casa. “Está sendo uma experiência muito boa, muito diferente, e estou gostando de estrear na A3”.

Leandro, por sua vez, conquistou a titularidade logo quando chegou ao clube, depois da primeira rodada, e atuou nos dois últimos confrontos.  “Vai agregar bastante para a minha carreira”, declarou.

Na Série A2, Rodrigo saiu do banco e entrou em campo nos dois primeiros jogos. “Disputar uma A2 é o que todo mundo quer, porque é um campeonato de grande visibilidade”, afirmou – seu time, o Velo, ocupa a décima colocação.

O atacante criticou as restrições do governo estadual que impedem a realização de partidas no Estado, pelo menos, até 11 de abril. “O futebol é um lugar muito seguro, porque a gente é testado toda semana. Então, não tem porque parar”, comentou.

Após as competições, o trio voltará ao Rio Branco para a disputa do Paulista Sub-23 Segunda Divisão, a popular Bezinha.

Publicidade