15 de maio de 2021 Atualizado 17:00

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Americana

Morre aos 51 anos o professor de karatê Ozias Araújo, vítima do coronavírus

Esportista trabalhava em Americana com um projeto social de karatê no bairro Novo Paraíso, onde residia

Por Rodrigo Alonso

14 abr 2021 às 17:58 • Última atualização 14 abr 2021 às 18:00

Professor de karatê em Americana, Ozias Pereira de Araújo morreu nesta quarta-feira (14), em Jundiaí, aos 51 anos. Ele estava internado em decorrência do coronavírus (Covid-19), segundo familiares.

Karateca teve pelo menos 40 anos de envolvimento com o esporte – Foto: Reprodução / Facebook

Ele tinha um projeto social de karatê no bairro Novo Paraíso/Astra 3, onde residia. Também foi atleta, com direito a título brasileiro e à conquista do quarto lugar no Mundial da SKIF (sigla em inglês para Federação Internacional de Karatê-Dô Shotokan) em 1991, no México.

Como representante de Americana, também venceu os Jogos Abertos do Interior em 1994. Na cidade, ainda comandou o Projeto Bosque das Nascentes de Karatê-Dô, entre 2000 e 2010, pelo qual ensinava a prática da modalidade. As atividades ocorriam no Zanaga.

Faixa-preta, o karateca teve pelo menos 40 anos de envolvimento com o esporte. Em 2016, recebeu da Câmara Municipal a medalha Ayrton Senna, destinada para os destaques esportivos do município.

Ozias trabalhou ainda na Fusame (Fundação de Saúde do Município de Americana), entre 1999 e 2014, e era líder dos varredores da MB Engenharia. Candidatou-se a vereador em duas oportunidades, inclusive no ano passado.

O sepultamento está marcado para esta quinta, às 10h30, no Cemitério Parque Gramado. Natural de São Paulo, ele deixa dois filhos.

Publicidade