03 de março de 2021 Atualizado 23:13

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Skate

Georgia Fuzer compete no STU National, em Criciúma

Novaodessense disputa a partir desta quinta-feira o torneio que é válido para o ranking olímpico

Por Rodrigo Alonso

21 jan 2021 às 07:19

A skatista novaodessense Georgia Fuzer disputa a partir desta quinta-feira, em Criciúma (SC), o STU National. A competição abre o calendário brasileiro da modalidade em 2021 e soma pontos no ranking classificatório para os Jogos Olímpicos de Tóquio, no Japão.

Chancelado pela CBSk (Confederação Brasileira de Skate) e pela WS (World Skate), o campeonato vai reunir atletas de destaque internacional. A organização já confirmou a presença de nomes como Rayssa Leal e Luiz Francisco, que aparecem em segundo lugar no ranking olímpico mundial.

Georgia destacou chance de enfrentar grandes nomes da modalidade – Foto: Julio Detefon / CBSk

“Eu nem acredito que consegui os pontos para participar, porque são os melhores do mundo que estarão lá. Só de ter sido convidada, para mim, já é uma honra”, disse Georgia.

Aos 36 anos, a novaodessense entende que está num nível diferente na comparação com as outras participantes e, até por isso, não tem pretensões com relação a resultado.

“Eu vou para participar mesmo, representar a minha cidade, viajar, conhecer novos lugares e fomentar o skateboard por todo o Brasil, se possível”, afirmou.

Ela vai competir na modalidade Street, em que a pista simula obstáculos de rua, com escadas, monumentos, bancos, corrimões, rampas, guias de calçada etc. Rayssa, de 13 anos, será uma de suas adversárias.

A programação termina no domingo. Haverá transmissão ao vivo da TV Globo, durante o programa Esporte Espetacular, e também dos canais SporTV.

HISTÓRIA
Georgia pratica skate desde os 16 anos. Atualmente, ele também possui uma escolinha em Nova Odessa, chamada UDS (União dos Skatistas). As aulas são gratuitas e acontecem na pista municipal localizada em frente à sede da prefeitura.

Campeã brasileira máster em 2016, a novaodessense ficou em 15º lugar no ranking nacional da modalidade no ano passado.

Publicidade